Estados Unidos

Filadélfia planeja pagar R$ 5,2 mil para mulheres engravidarem; entenda

A iniciativa faz parte de um programa experimental que visa diminuir as taxas de mortalidade infantil e aumentar a taxa de natalidade na região.

Por O TEMPO
Publicado em 23 de março de 2023 | 13:09
 
 
 

A cidade da Filadélfia, localizada no estado da Pensilvânia, EUA, planeja pagar US$ 1 mil (R$ 5,2 mil) por mês para mulheres engravidarem, a partir de 2024. A iniciativa faz parte de um programa experimental que visa diminuir as taxas de mortalidade infantil e aumentar a taxa de natalidade na região.

O programa piloto, conhecido como "Philly Joy Bank", operará nas áreas da cidade com as maiores taxas de mortalidade infantil como: Cobbs Creek, Strawberry Mansion e Nicetown-Tioga. 

Inicialmente, serão admitidas 250 gestantes que receberão os pagamentos desde o terceiro mês de gravidez até o primeiro aniversário do bebê.

"Estamos respeitando a dignidade e a autonomia das participantes do programa para usar os fundos como bem entenderem para melhorar a saúde delas e a saúde dos seus bebês", disse nesta semana Stacey Kallem, diretor da Divisão de Saúde Materna, Infantil e Familiar do Departamento de Saúde Pública da Filadélfia, ao anunciar o programa, que deve entrar em vigor em 2024, de acordo com o "Daily Mail".

Atualmente, os EUA passam por um redesenho social, com um número recorde de mulheres afirmando não ter desejo de engravidar. 

A Filadélfia com 1,5 milhão de moradores, segundo dados de 2021, está entre as dez cidades mais populosas dos países com a maior taxa de mortalidade infantil.

*Com informações de Daily Mail

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!