Paralisação

Greve paralisa tráfego ferroviário na Alemanha

Ferroviários exigem aumentos salariais para compensar a inflação

Por Agências
Publicado em 21 de abril de 2023 | 12:01
 
 
 
normal

O tráfego ferroviário ficou quase totalmente paralisado na Alemanha na manhã desta sexta-feira (21) devido a uma greve para exigir aumentos salariais para compensar a inflação. 

A greve dos ferroviários, a segunda em um mês, mostra que "a vontade de lutar (...) continua grande" entre os trabalhadores, disse o sindicato dos transportes EVG em comunicado. 

Os representantes dos trabalhadores exigem um aumento salarial de 12% ou pelo menos 650 euros (714 dólares, 3.605 reais) em 12 meses para compensar os efeitos da inflação no poder de compra.

"Mais de 25.000 funcionários de cerca de 1.800 locais" participaram da greve, segundo a EVG, que representa funcionários da operadora ferroviária estatal Deutsche Bahn e cerca de 50 empresas de transporte na Alemanha. 

A greve terminou às 11 horas (6 horas no horário de Brasília), mas o tráfego nas principais linhas deve permanecer interrompido até a tarde, alertou a Deutsche Bahn. 

A greve é "desnecessária", já que as negociações salariais estão em andamento e as propostas estão sobre a mesa, disse o porta-voz da Deutsche Bahn, Achim Stauss, nesta sexta-feira. 

As negociações serão retomadas no sábado para tentar chegar a um acordo salarial.

(AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!