Conflito em Gaza

Hamas anuncia libertação de reféns, Israel contesta informação

Mulher e dois filhos teriam sido capturados na ofensiva do último sábado contra Israel

Por Agências
Publicado em 11 de outubro de 2023 | 20:20
 
 
 
normal

O braço armado do movimento islamita palestino Hamas anunciou nesta quarta-feira (11) que libertou uma refém israelense e seus dois filhos, que teriam sido capturados na ofensiva do último sábado contra Israel. Canais de TV israelenses, no entanto, desmentiram essa versão.

Procurado pela AFP, o Exército de Israel respondeu que estava verificando a informação. Um vídeo divulgado pelo canal de TV do Hamas mostra uma mulher vestindo uma camisa azul, juntamente com duas crianças e três homens armados, afastando-se de uma área de arame farpado que parece ser a cerca erguida por Israel em torno da Faixa de Gaza.

A TV pública de Israel informou posteriormente que as imagens são de pessoas "que nunca foram levadas para Gaza". Segundo a imprensa local, o vídeo mostra Avital Aladjem, moradora do kibutz Holit, que, segundo contou em entrevistas, foi levada à força no sábado, com os dois filhos de um vizinho, até a fronteira com a Faixa de Gaza, mas um grupo de homens do Hamas a libertou com as crianças mais tarde.

Acredita-se que dezenas de israelenses e estrangeiros, entre eles soldados, civis, crianças e mulheres, permaneçam em poder do Hamas na Faixa de Gaza desde sábado. Autoridades de Israel contabilizaram 150 reféns, enquanto centenas de pessoas seguiam desaparecidas e corpos eram identificados. Até o momento, não houve nenhuma libertação oficial. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!