Alvo

Hamas anuncia morte de um de seus comandantes em bombardeio israelense

Ataque israelense, no 11º dia da guerra, matou Ayman Nofal, comandante das Brigadas Al Qassam, o braço armado do Hamas; ele estava no campo de Bureij

Por Agências
Publicado em 17 de outubro de 2023 | 12:15
 
 
 

O movimento palestino Hamas anunciou nesta terça-feira (17) a morte de um de seus comandantes militares em um ataque israelense no centro da Faixa de Gaza, no 11º dia de uma guerra que provocou milhares de mortes nos dois lados. Ayman Nofal, comandante das Brigadas Al Qassam, o braço armado do Hamas, morreu em um ataque "sionista" no campo de Bureij, afirma um breve comunicado.

Procurado pela AFP, o Exército israelense não quis comentar. Durante a noite, o Exército informou a morte de outro membro do Hamas, Osama Mazini. O grupo armado palestino não fez qualquer menção a esta notícia.

A guerra entre Israel e o Hamas começou após o ataque do grupo islamita em 7 de outubro em território israelense, o mais violento desde a criação do Estado de Israel em 1948. Mais de 1.400 pessoas, a maioria civis, foram assassinadas por comandos do Hamas que entraram em localidades israelenses próximas da fronteira com a Faixa de Gaza.

Como resposta, Israel iniciou uma campanha de bombardeios no enclave palestino, onde morreram pelo menos 2.750 pessoas, em grande parte civis, segundo as autoridades locais. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!