casa branca

Joe Biden anuncia que será candidato à reeleição nos EUA em 2024

Oposição republicana já questionou a candidatura do democrata e afirmou que ele está desconectado da realidade

Por Agência
Publicado em 25 de abril de 2023 | 09:08
 
 
 
normal

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira (25) que será candidato à reeleição em 2024 e inicia, com a idade recorde de 80 anos, uma nova campanha intensa pela Casa Branca."Cada geração tem um momento no qual teve que defender a democracia. Defender suas liberdades fundamentais", escreveu Biden em uma mensagem no Twitter, acompanhada por um vídeo.

"Acredito que este é o nosso momento. É por isto que estou concorrendo à reeleição como presidente dos Estados Unidos. Juntem-se a nós. Vamos concluir o trabalho", acrescentou. Biden aspira a nomeação do Partido Democrata sem nenhum adversário real, após uma série de vitórias legislativas e grandes embates internacionais em seus primeiros anos como chefe de Estado.

O democrata, no entanto, deve enfrentar questionamentos sobre sua idade na campanha, que pode ser uma repetição das eleições de 2020, quando ele enfrentou o ex-presidente Donald Trump. A idade do político veterano, que teria 86 anos ao final de um eventual segundo mandato, provoca dúvidas inclusive em sua própria base eleitoral, onde muitos o consideram velho demais. 

A oposição republicana já questionou sua candidatura e afirmou que Biden está "desconectado" da realidade. "Biden está tão desconectado da realidade que acha que merece mais quatro anos no poder, quando tudo o que está fazendo é criar uma crise atrás da outra", disse a líder do partido, Ronna McDaniel, após o anúncio de Biden.

Uma pesquisa divulgada pela rede NBC no fim de semana mostrou que 70% dos americanos - incluindo 51% dos democratas - consideravam que Biden não deveria ser candidato. 

Partido unificado

Diante dos questionamentos, Biden gosta de responder "observem". Esta é uma maneira de dizer que os eleitores devem se concentrar em suas vitórias políticas domésticas e na construção de uma aliança ocidental sem precedentes para ajudar a Ucrânia diante de uma invasão russa.

Nos próximos 18 meses, Biden terá a vantagem de estar no poder, com seu partido unificado, enquanto os republicanos mal começaram o complexo processo das primárias.

A data de 25 de abril não foi escolhida por acaso para o anúncio da candidatura. Corresponde ao quarto aniversário do início da campanha que resultou em sua vitória sobre Trump.

O empresário de 76 anos também é candidato à indicação republicana para a eleição presidencial de 2024 e tem grandes chances de conquistar a candidatura, apesar de estar sendo processado por um tribunal de Nova York e de ser alvo de várias investigações. 

Joe Biden sabe que, de acordo com as pesquisas - que devem ser interpretadas com cautela -, a candidatura de Trump não provoca entusiasmo. E a candidatura do democrata tampouco.

Mas Biden está convencido de que, se conseguiu derrotar Trump uma vez, pode repetir a vitória graças a sua personalidade afável e seu programa de governo unificador. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!