África

Menino de 2 anos sobrevive a ataque de hipopótamo em Uganda

O mamífero abocanhou metade do corpo da criança próximo a um lago, mas o soltou ao ser apedrejado por homem que caminhava nas imediações

Por O TEMPO
Publicado em 17 de dezembro de 2022 | 11:21
 
 
 
normal

Um menino de 2 anos quase foi engolido por um hipopótamo em Katwe-Kabatoro, no distrito de Kasese, em Uganda. A informação foi divulgada pela Força Policial de Uganda (UPF). 

De acordo com a UPF, o episódio é o primeiro registrado em que um hipopótamo deixa o Lago Edward, onde o incidente ocorreu, e ataca uma criança. O menino, identificado como Iga Paul, mora a 800 metros do local.

Ainda conforme a UPF, o hipopótamo abocanhou a criança por metade do corpo, mas o cuspiu após ser apedrejado por Chrispas Bagonza, que caminhava nas redondezas do Lago Edward. 

Paul foi imediatamente levado à clínica mais próxima para tratar ferimentos nas mãos e, depois, transferido para um hospital para dar sequência à recuperação. “Ele se recuperou completamente e foi dispensado após receber uma vacina contra raiva”, informou a UPF. O mamífero, após ser atacado, retornou para o Lago Edward. 

A UPF alerta que, “embora o animal tenha voltado assustado para o lago, todas as pessoas que moram próximas a santuários animais e habitats devem estar cientes que animais selvagens são muito perigosos. Instintivamente, animais selvagens veem humanos como ameaças e qualquer interação pode fazer com que os animais ajam estranha ou agressivamente”.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!