vitrine quebrada

Milhões de euros em moedas de ouro celtas são furtados de museu alemão

A coleção de 450 moedas de ouro é um dos destaques do museu; descobertas em 1999, as moedas datam do século III a.C.

Por Agências
Publicado em 22 de novembro de 2022 | 16:59
 
 
 

Uma coleção de moedas de ouro celtas avaliada em milhões de euros foi furtada de um museu na Alemanha, na manhã desta terça-feira (22) – informou a polícia local. 

Funcionários do Museu Celta e Romano da localidade de Manching, na região da Baviera (sul), descobriram que a "vitrine estava quebrada" e que todas as moedas de ouro haviam sido roubadas, relatou a polícia. 

Embora não haja detalhes sobre as circunstâncias da ocorrência, as autoridades locais disseram que houve interrupção dos serviços de telefonia e de Internet. "Cortaram toda Manching", disse o prefeito, Herbert Nerb, ao veículo Sueddeutsche Zeitung.

"O museu é, na verdade, um local de alta segurança, mas todas as conexões com a polícia foram cortadas", explicou Nerb. 

A coleção de 450 moedas de ouro é um dos destaques do museu. Descobertas em 1999, as moedas datam do século III a.C. e valem "vários milhões de euros", segundo a polícia.

(AFP)
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!