falência

Setor bancário está 'estabilizando', diz secretária do Tesouro dos EUA

Crise fez com que muitos clientes de bancos médios sacassem seu dinheiro e depositassem em instituições maiores

Por Agência
Publicado em 21 de março de 2023 | 10:26
 
 
 
normal

O setor bancário dos Estados Unidos está "se estabilizando", após as recentes falências do Silicon Valley Bank (SVB) e do Signature Bank — disse a secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, em uma cúpula nesta terça-feira (21), conforme trecho antecipado de seu discurso. 

As falências causaram uma crise de confiança, já que muitos clientes de bancos médios sacaram seu dinheiro e depositaram em instituições maiores, consideradas "grandes demais" para o governo não resgatá-las em caso de quebra. 

Mas "as saídas agregadas de depósitos dos bancos regionais se estabilizaram", após as medidas das autoridades para fortalecer a confiança e conter o contágio, de acordo com as declarações de Yellen. 

"Nossa intervenção era necessária para proteger o sistema bancário americano em geral. E ações similares podem se justificar, se instituições menores tiverem retiradas de depósitos que apresentem riscos de contágio", segundo esse rascunho.

Após a falência do SVB, o Tesouro, o Federal Reserve (Fed, Banco Central dos EUA) e a Corporação Federal de Seguros de Depósitos estabeleceram planos para garantir que seus clientes pudessem acessar seus depósitos. Uma exceção do mesmo tipo foi anunciada para o Signature Bank. 

O Fed também introduziu uma nova ferramenta de empréstimo para os bancos, em um esforço para evitar a repetição do rápido desaparecimento do SVB. "Acredito que nossas medidas reduziram o risco de novas falências de bancos", insistirá Yellen. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!