Japão

Terrorismo do sushi: Brincadeira anti-higiênica em restaurante causa indignação

Alvoroço inclui uma queda na Bolsa de Valores, inspeções de restaurantes e até ações jurídicas

Por Agência
Publicado em 04 de fevereiro de 2023 | 18:42
 
 
 

Uma brincadeira que ganhou o nome de "terrorismo do sushi" tem causado indignação no Japão e um alvoroço que incluiu uma queda na Bolsa de Valores, inspeções de restaurantes e até ações jurídicas. 

Vídeos com a série de brincadeiras anti-higiênicas nos restaurantes japoneses de sushi circulam em várias redes sociais, incluindo Twitter e TikTok. Alguns deles foram gravados nas últimas semanas; outros são mais antigos. 

Em um dos vídeos, um jovem lambe uma garrafa de molho de soja e a borda de um copo, depois o coloca de volta na esteira giratória de um restaurante de sushi. Ele também é filmado lambendo os dedos e tocando a comida e depois colocando-a de volta na plataforma.

O vídeo, filmado em um restaurante da rede Sushiro em Gifu, no centro do Japão, provocou a queda de 5% das ações da empresa matriz do restaurante na terça-feira. 

Em outros vídeos, clientes de outras redes são vistos colocando wasabi nos pedaços de comida que giram ou lambendo as colheres de uma tigela de chá. 

Os incidentes causaram comoção no Japão, um país conhecido por seus rígidos padrões de higiene e limpeza. 

"É nojento", escreveu uma pessoa no Twitter. Outro disse que não poderia mais ir a restaurantes com esteira giratória de sushi.

Em nota, a rede Sushiro afirmou que o adolescente do vídeo que viralizou pediu desculpas, mas que foi processado na Justiça.

A empresa disse que substituiu todas as suas garrafas de molho de soja, limpou os copos dos restaurantes e reforçou as medidas de higiene. 

Em Tóquio, Luna Watanabe, uma musicista de 20 anos, declarou-se indignada com os vídeos. No Japão, a arte da hospitalidade "é importante, acho isso imperdoável", disse à AFP. (AFP)

 

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!