varsóvia

Um milhão de pessoas protestam contra o governo na capital da Polônia

Protesto contra o governo conservador do país acontece duas semanas antes das eleições gerais na Polônia

Por Agências
Publicado em 01 de outubro de 2023 | 13:24
 
 
 
normal

Quase um milhão de pessoas protestaram neste domingo em Varsóvia contra o governo conservador do país, duas semanas antes das eleições gerais na Polônia.

O protesto convocado pelo líder da oposição e ex-primeiro-ministro Donald Tusk busca mobilizar o eleitorado antes da votação. "É a maior manifestação da história de Varsóvia", declarou à AFP Monika Beuth, porta-voz da prefeitura de Varsóvia, que confirmou a presença de quase um milhão de pessoas. 

Os manifestantes se reuniram no centro de Varsóvia, muitos deles com bandeiras da União Europeia e da Polônia. 

O protesto terminou com um discurso de Tusk, que lidera o bloco centrista Coalizão Cívica. "Nós, aqui, somos a Polônia", disse. "Estamos aqui para vencer". 

"A Polônia merece algo melhor, a Polônia merece o melhor", acrescentou Tusk. 

Os manifestantes de todo o país se reuniram na capital para protestar contra o governo populista-nacionalista do partido Lei e Justiça (PiS). 

Apesar dos conflitos com a UE e das denúncias dentro do país, o PiS continua com uma boa vantagem nas pesquisas, com quase 35% das intenções de voto, segundo o instituto IBRiS. A Coalizão Cívica aparece em segundo lugar, com 27% das preferências. 

Tusk, no entanto, afirma que as pesquisas feitas por seu partido mostram que a diferença entre os dois partidos caiu para dois pontos. 

"A oportunidade está ao alcance da mão. Não há nada decidido", disse Tusk em um comício esta semana em Elblag, norte da Polônia. 

(AFP)
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!