Vaticano

Velório de Bento XVI será na Basílica de São Pedro, na próxima segunda (2)

Já o funeral será presidido pelo Papa Francisco e acontece na quinta (5)

Por Bárbara Ribeiro
Publicado em 31 de dezembro de 2022 | 08:14
 
 
 

O velório do Papa Emérito Bento XVI, que morreu hoje (31/12), será na próxima segunda-feira, dia 2 de Janeiro, na Basílica de São Pedro do Vaticano. A informação foi confirmada à Santa Sé, jurisdição eclesiástica da Igreja Católica,  por meio de um comunicado.

"O corpo do Papa Emérito estará na Basílica de São Pedro no Vaticano para a despedida dos fiéis", diz o comunicado à imprensa divulgado Santa Sé citado pela agência de notícias EFE.

Bento XVI morreu na manhã deste sábado, 31 de dezembro,  às 9h34 horas, no horário da Itália, aos 95 anos, no mosteiro Mater Ecclesiae do Vaticano, onde residia desde o seu afastamento em 2013.

O Papa emérito, Joseph Ratzinger, estava com a saúde debilitada nos últimos anos. O Vaticano havia dito na última sexta-feira (30) em um comunicado que sua condição era grave, mas estável, com atenção médica constante. 

Joseph Ratzinger nasceu em 1927, na Alemanha, e foi Papa entre 2005 e 2013, quando abdicou e passou a ser emérito da diocese de Roma.

Funeral

O papa Francisco presidirá, em 5 de janeiro, o funeral de seu antecessor Bento XVI, que morreu em sua residência dentro do Vaticano, neste sábado (31), aos 95 anos — anunciou o porta-voz da Santa Sé, Matteo Bruni. 

"Na quinta-feira, 5 de janeiro, às 9h30 (5h30 em Brasília) será realizado o funeral, na praça de São Pedro, que será presidido pelo Santo Padre", detalhou Bruni.

Pela primeira vez na história milenar da Igreja Católica, um papa em exercício, o argentino Francisco, presidirá o funeral de outro papa, Bento XVI, sem funções após renunciar ao pontificado em 2013.

O corpo do pontífice emérito estará exposto a partir de segunda-feira, dia 2, na Basílica de São Pedro para receber o último adeus dos fiéis. Segundo o desejo do papa emérito, o funeral será realizado com a maior simplicidade", acrescentou o porta-voz papal. 

Segundo especialistas em assuntos religiosos, como não existe um protocolo específico para a morte de um papa emérito, seu funeral será muito semelhante ao de um papa ativo, "mas sem conclave" e "sem assento vago". 

Durante esse tempo, o cadáver do pontífice permanecerá à vista de todos, sobre uma sóbria tapeçaria, com paramentos litúrgicos. 

Algumas horas antes de seu enterro, será colocado em um caixão coberto por outros dois: o exterior, feito em madeira de olmo; o do meio, de chumbo; e o interior, de madeira de cipreste. 

Um espaço na cripta localizada junto às catacumbas de São Pedro foi reservado para acolher o corpo de Bento XVI, a menos que ele tenha deixado instruções para ser enterrado em outro lugar. 

Segundo as normas estabelecidas pela Constituição Apostólica Dominici Gregis, promulgada por João Paulo II em 1996, Francisco vai decretar luto oficial. Cardeais de todo mundo celebrarão eucaristias para seu descanso eterno durante esses dias. (Com AFP)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!