Recuperar Senha
Fechar
Entrar

MÚSICA

No palco, com as rédeas soltas

Julia Branco apresenta seu primeiro álbum solo, o intimista “Soltar os Cavalos”, do selo Natura Musical

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
dfvg
Nova fase. Com disco de viés feminino e feminista, Julia Branco estreia carreira solo
PUBLICADO EM 11/08/18 - 03h00

“Retenho-me, como se retivesse as rédeas de um cavalo que pudesse galopar e me levar Deus sabe onde”. É assim que Clarice Lispector descreve, em “A Legião Estrangeira”, o receio em “ir longe demais” em suas criações literárias. Sentimento compartilhado por Julia Branco – que, agora, o põe à prova. Superando a timidez e a segurança de guardar-se para si, ela lança na próxima quinta (16) seu primeiro álbum solo, o intimista “Soltar os Cavalos”, do selo Natura Musical.

O título, aliás, conversa com certa rebeldia contra o medo e recusa em se domesticar. “Quis me soltar das amarras, da vergonha, dos receios”, explica. O resultado é um trabalho que se propõe justamente a ir longe demais: “Experimentar, sem julgamentos, sonoridades, instrumentos, palavras”, sintetiza ela.

Mesmo acostumada com os palcos, Julia – que é vocalista da banda “Todos os Caetanos do Mundo”, em hiato, depois de nove anos de atividades – assegura que o momento é novo e diferente de tudo o que já viveu na música. “Por mais que nunca seja um trabalho solitário, agora estou na ponta da lança”, analisa. Especial, o show não é só o lançamento do novo disco: trata-se de um marco dessa nova fase.

Para encarar o desafio, encontra segurança na própria entrega. “Eu estou inteira nesse projeto e estar nesse lugar de reconhecimento me traz conforto”.

Poesia

A palavra está no cerne de “Soltar os Cavalos” – que nasce sob a forma de poesia, entendendo-se conjuntamente como dramaturgia. A melodia veio depois, aliada, principalmente, à parceria com Chico Neves, que produziu o disco.

Detalhe: fora Neves, Julia se cercou de mulheres. As cineastas Sara Lana, Luísa Horta, Raquel Pinheiro, Samanta do Amaral e Julia Zakia revezam entre funções diversas para a concepção do vídeo-álbum que reúne cinco curtas postos sobre seis canções do projeto. Nas composições, fez parcerias, por exemplo, com Letícia Novaes, Mariana Volker e Luiza Brina.

Assim, trabalho de uma mulher cercada de outras tantas, o álbum é a estreia solo da Julia cantora e compositora e seu retorno como atriz – já que atua nos vídeos. Esse trânsito entre diversas searas das artes não foi por acaso. Formada em Artes Cênicas pela UFMG, ela diz que nasceu artisticamente no teatro. Tinha saudade de voltar ao palco e viu na iniciativa uma oportunidade. Inicialmente insegura em se entender compositora, foi pensando “Soltar os Cavalos” dramaturgicamente que Julia encontrou caminho.

No show, portanto, o público pode esperar mais elementos cênicos. Ainda estudando a melhor forma de usar projeções do vídeo-álbum, a musicista manifesta que o espetáculo é pensado com um arco dramatúrgico. Mais que no palco, estará em cena. 

“Feminino e democrático”, como gosta de definir, na feitura do disco ninguém se impôs – nem o tempo. Além das parceiras e de dedicar “Presta Atenção” a Rita Lee, Julia Branco dialoga de forma espontânea e até inconsciente com Clarice Lispector: o título do álbum e a faixa "Estrela" – escrita por sua mãe, a escritora e psicanalista Lucia Castello Branco –, assim como o livro “Cidade Sitiada” propõe, em suas construções narrativas, uma metamorfose com a imagem do cavalo. A aproximação com a autora, outra vez, se nota presente na música “Quero ser livre”, em que se pretende também uma pergunta, como já provocou a outra.

Tomada de expectativa, a artista espera ter para o lançamento uma plateia “muito feminina” – e isso não significa que ela dispense a presença masculina. Espera, todavia, que essa parcela do público permita-se conectar, como já cantou Pepeu Gomes, ao seu âmago feminino.

Julia Branco

Lançamento do álbum “Soltar os Cavalos”.
Centro Cultural Minas Tênis Clube (r. da Bahia, 2244, Lourdes). Dia 16 (quinta), às 21h. R$ 30 (inteira).

O que achou deste artigo?
Fechar

MÚSICA

No palco, com as rédeas soltas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter