PETS

4 características do cachorro da raça São Bernardo 

Apesar do tamanho imponente, esse cão é extremamente dócil e amigável

Por Edicase
Publicado em 07 de junho de 2024 | 10:00
 
 
 

O São Bernardo é uma raça originária dos Alpes Suíços, mais especificamente da região de Grande São Bernardo, na Suíça. Em um abrigo fundado no século XI por monges beneditinos, esses cachorros ofereciam assistência aos viajantes que atravessavam as montanhas. Eles eram utilizados como cães de resgate, ajudando a localizar viajantes perdidos ou soterrados por avalanches. A habilidade para farejar e a resistência física eram extremamente úteis nesse tipo de trabalho. Assim, eles ganharam reputação pela coragem, inteligência e bondade. 

A seguir, conheça algumas características interessantes da raça São Bernardo! 

1. Aspectos físicos 

O São Bernardo é uma raça de grande porte, chamando atenção por sua imponência e robustez física. Ele tem cabeça larga e um focinho grande. Seus olhos são de tamanho médio a grande, expressivos e geralmente castanhos. As orelhas são triangulares e pendentes. O corpo é musculoso e bem-proporcionado, podendo medir entre 65 e 90 cm de altura da cernelha. 

Segundo a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), pode haver a variedade de pelo curto e de pelo longo. A coloração mais comum é a mistura de branco com manchas vermelho-claras maiores ou menores a um contínuo manto vermelho-claro a escuro. Também podem ser encontrados com manchas avermelhadas ou douradas. 

2. Temperamento e personalidade 

Essa raça é conhecida por sua personalidade gentil, afetuosa e paciente, o que o torna um excelente companheiro para famílias e crianças. Apesar do tamanho – que pode assustar algumas pessoas –, esse cachorro geralmente dócil e amigável. Além disso, é leal ao seu tutor, demonstrando um forte vínculo emocional com a família. 

Sua natureza tranquila e tolerante também faz com que seja bom com outros animais de estimação e bem adaptados a ambientes domésticos. Apesar de seu temperamento doce, o São Bernardo pode ser reservado com estranho, o que o torna excelente cão de guarda, embora raramente seja agressivo sem motivo. 

Cachorro da raça São Bernardo se alimentando
É importante fornecer uma dieta equilibrada e de alta qualidade ao São Bernardo, evitando alimentação em excesso (Imagem: Andrii Anna photographers | Shutterstock)

3. Cuidados com a alimentação e a saúde 

Como cão de grande porte, o São Bernardo é mais propenso a problemas ortopédicos, como displasia da anca e do cotovelo, e distensão gástrica. Por isso, é importante fornecer uma dieta equilibrada e de alta qualidade, evitando alimentação em excesso para controlar o peso e reduzir o risco de doenças. 

Devido ao seu rápido crescimento durante os primeiros meses de vida, é fundamental fornecer uma alimentação específica para filhotes, rica em nutrientes e com calorias adequadas para o seu desenvolvimento saudável. 

Além disso, é importante garantir exercícios regulares para manter a saúde física e mental do São Bernardo, mas sem excessos para evitar sobrecarga nas articulações. Visitas regulares ao veterinário para exames preventivos, vacinações e cuidados dentários são fundamentais para garantir uma vida longa e saudável. 

4. Educação e socialização 

Desde filhote, é importante começar um programa de treinamento consistente e positivo para garantir que o São Bernardo se torne bem-comportado. Ele é inteligente e ávido por agradar, o que torna o adestramento uma boa experiência tanto para o cão quanto para o tutor. 

Além disso, a socialização precoce é igualmente importante, apresentando o São Bernardo a uma variedade de pessoas, animais, ambientes e estímulos desde cedo. Isso ajuda a evitar a timidez e a agressão por medo, promovendo uma interação positiva com o mundo ao seu redor. 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!