ONDE TUDO COMEÇOU...

Ronaldinho Gaúcho fazia sua estreia no Atlético há 12 anos com a camisa 49; relembre

Ronaldinho Gaúcho estreava pelo Atlético naquele 9 de junho de 2012, dando início a uma história de idolatria, que teria seu ponto máximo com a conquista da Libertadores de 2013

Por Frederico Teixeira
Publicado em 09 de junho de 2024 | 04:00
 
 
 

Que Ronaldinho Gaúcho é ídolo da torcida do Atlético ninguém discute. Mas, pouca gente se lembra do primeiro capítulo desta relação de idolatria: há exatos 12 anos, naquele 9 de junho de 2012, um sábado à noite, o jogador, que já havia sido eleito duas vezes o melhor do mundo, fazia sua estreia pelo Galo.  

O confronto foi diante do Palmeiras, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Ao todo, 7.268 torcedores tiveram a honra de presenciar a estreia de Ronaldinho Gaúcho pelo Atlético.

Desembarque em BH

É preciso lembrar que, uma semana antes, naquele junho de 2012, Ronaldinho havia desembarcado de surpresa no Atlético, antes mesmo de o clube ter anunciado oficialmente a sua contratação.

Após um período sem muito brilho no Flamengo, Ronaldinho aceitou o convite feito pelo então presidente do clube, Alexandre Kalil, como forma de retomar seu protagonismo e calar os críticos.

Em sua estreia pelo Galo, diante do Palmeiras, quando usou a camisa 49 em alusão ao ano de nascimento de sua mãe, dona Miguelina (a 10 já era de Guilherme), Ronaldinho atuou durante os 90 minutos da partida. 

O Atlético, então comandado pelo técnico Cuca, foi a campo com Giovanni; Marcos Rocha, Réver, Rafael Marques e Júnior César; Pierre, Richarlyson, Bernard e Ronaldinho; Danilinho e Jô. 

O jogo

Estrela da noite, Ronaldinho teve marcação cerrada do volante Márcio Araújo (ex-Galo). Mesmo assim, já começou a mostrar a qualidade de seu futebol.

O Atlético marcou o gol da vitória aos 3 minutos do segundo tempo, com Jô, de cabeça, após um cruzamento de Bernard, que acaba de ter o retorno anunciado pelo clube. 

No decorrer da partida também entraram os volantes Serginho (no lugar de Marcos Rocha) e Leandro Donizete (na vaga de Bernard) e o zagueiro Leo Silva (no posto de Danilinho, na reta final do confronto). Com a vitória, o Atlético assumiu provisoriamente a liderança da competição.

Trajetória

O público presente ao Pacaembu naquele sábado não podia imaginar, mas aquele já era o prenúncio do time que conquistaria a América no ano seguinte, com Diego Tardelli no lugar de Danilinho, Leo Silva e Leandro Donizete também como titulares e Ronaldinho Gaúcho como um dos protagonistas do histórico título.

No total, Ronaldinho Gaúcho fez 88 jogos pelo Atlético, tendo marcado 28 gols. Neste período, além do título da Libertadores, ele também conquistou o Mineiro de 2013 e a Recopa Sul-Americana de 2014.

Ficha técnica

Palmeiras 0 x 1 Atlético

Palmeiras
Bruno; Cicinho (João Vitor), Thiago Heleno, Henrique e Juninho; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Felipe Silva (Maikon Leite) e Daniel Carvalho; Luan (Mazinho) e Barcos. Técnico: Felipão

Atlético
Giovanni; Marcos Rocha (Serginho), Réver, Rafael Marqes e Júnior César; Pierre, Richarlyson, Bernard (Leandro Donizete) e Ronaldinho; Danilinho (Leo Silva) e Jô. Técnico: Cuca

Data: 09 de junho de 2012
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo
Motivo: Quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2012
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: José Silveira e Carlos Selba (RS)
Gol: Jô, aos 3 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Luan, Marcos Araújo e Henrique (P); Marcos Rocha, Pierre, Danilinho e Jô (A)
Público: 7.268 pagantes
Renda: R$ 245.835,00

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!