Duda Gonçalves
@eduardacg_
29/07/21
17h39

Nova casa

Patric celebra chegada ao América e destaca identificação: ‘um clube família’

Jogador foi apresentado nesta quinta-feira (29) no CT Lanna Drumond e já pode estrear com a camisa americana

Patric foi regularizao no BID na última terça-feira (27) e pode estrear pelo clube — Foto: Mourão Panda / América
Duda Gonçalves | @eduardacg_
29/07/21 - 17h39

O América apresentou na tarde desta quinta-feira (29), o lateral-direito Patric, no CT Lanna Drumond. O jogador, que estava no Sport e rescindiu o contrato por meio da Justiça, comentou sobre a rápida negociação com o Coelho e o retorno a Belo Horizonte, cidade onde defendeu também Atlético e Cruzeiro.

“Foi bem rápida, da noite para o dia, onde meu empresário Fábio me ligou falando do interesse do América e não tivemos dúvida nenhuma. Fico muito feliz de vestir uma grande camisa do futebol brasileiro e poder voltar para uma cidade que a gente se identifica, retornar a BH é magnífico, felicidade que não cabe dentro do coração”, comentou o jogador.

O primeiro contato do América com interesse de Patric se deu por meio do empresário Fábio Mello, que também representa Vagner Mancini. O lateral explicou como ocorreram as conversas.

“Teve a parte do empresário, no qual teve o primeiro contato com o Salum, e com a comissão, e a partir daí me ligaram, e tanto eu como minha esposa procuramos focar aqui. Sei que tiveram outras oportunidades também, mas a melhor e a principal foi a do América, por ser um lugar que a gente já conhece, em poder retornar para um clube grande, que tem se destacado no cenário brasileiro e mundial e pra mim é um privilégio”, disse

Patric já foi regularizado no Boletim Informativo Diário da CBF, e pode estrear caso seja da vontade de Vagner Mancini, porém, o jogador contraiu Covid-19, e há cerca de duas semanas retornou aos trabalhos. Por isso, a parte física, segunda o jogador, ainda precisa ser trabalhada. “Venho do Covid, não sei se todo mundo sabe. Tive covid, minha família toda, e venho treinando, mas a gente sabe que precisa de tempo. Tenho o privilégio da minha saúde ser um dos fatores que me ajuda no futebol, e espero entrar no ritmo dos meus companheiros, preciso entrar no ritmo deles o mais rápido possível”, pontuou o lateral de 32 anos.

Questionado sobre as relação que tem no clube, Patric foi taxativo. “O América é um clube família, e me identifiquei por viver como família que é o que prezo muito, tenho certeza que estamos no caminho certo. O Du [Eduardo] é um grande amigo meu, conheço há muito tempo já, temos uma amizade, baita lateral. Também temos o Diego,um atleta com muito potencial. Chego para ajudar e agregar, e dar dor de cabeça pro Mancini”, concluiu.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000