Josias Pereira
@josiaspereira
25/02/21
07h00

Disputa por vaga

Cruzeiro: Pottker inicia ano cotado como titular, mas terá que mudar impressões

Na temporada passada, atacante fez três gols em 14 partidas e ficou marcado mais pelos cartões amarelos e vermelhos do que pelo auxílio ao setor ofensivo

Pottker espera ter um 2021 mais produtivo do que amostragens da última temporada — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Josias Pereira | @josiaspereira
25/02/21 - 07h00

Na última temporada, excetuando a chegada meteórica de Rafael Sóbis, o ataque do Cruzeiro não regulou. William Pottker foi uma dessas peças destoantes. Em 14 partidas pelo time estrelado, o jogador buscou se encontrar na formação, mas foi às redes em apenas três oportunidades. Acabou mais reconhecido pelos cartões amarelos (10 no total) e vermelhos (por duas vezes,o atleta acabou sendo expulso de campo) do que pelo auxílio ao setor ofensivo. Neste ano, a concorrência no setor será grande e, por isso, a regularidade será fundamental para assegurar uma vaga entre os 11. 

O Cruzeiro tem hoje 10 atacantes. Com o afastamento de Zé Eduardo após ter um problema cardíaco detectado, Felipe Conceição tem à disposição Marcelo Moreno, Rafael Sóbis, William Pottker, Stênio, Thiago, Airton, Welinton, Gulherme Mendes, Felipe Augusto e Bruno José. 

Pottker comentou sobre a disputa por posições. Ao que tudo indica, o lugar do atleta para este início de temporada está garantido. No jogo-treino com o Bolívar, ele formou a trinca ofensiva com Felipe Augusto e Sóbis. 

"Uma disputa sadia. São jogadores que estão buscando seu espaço no futebol, e jogadores experientes, como o Sóbis. Então procuramos sempre nos dedicar, trabalhando no dia a dia, a gente sabe que cada dia de treino é como se fosse um jogo porque todos querem jogar, todos querem participar das competições e a competitividade faz bem dentro do elenco para que o treinador tenha os melhores para usar dentro das partidas. Essa competição é sadia e só tende a dar resultados positivos para o Cruzeiro", declarou o atacante, que com uma pré-temporada mais produtiva, espera ter respostas positivas. Ele é também um dos maiores investimentos do time. No ano passado, uma reportagem do portal 'Uol' apontou que o Cruzeiro pagou R$ 1 milhão à vista a Pottker como taxa de direito de imagem, mesmo com a equipe passando por dificuldades financeiras. 

Na avaliação de Pottker, o time ainda vai precisar de tempo para assimilar o trabalho tático de Felipe Conceição, mas vencer já no próximo sábado (27), quando o time estreia no Mineiro, contra o Uberlândia, fora de casa, será mais um fator motivador. 

"Paramos por 15 dias, acredito que não seja um tempo para a gente perder 100% do que vínhamos trabalhando fisicamente. Claro que que incorporamos um trabalho de filosofia nova de parte tática, de conhecimento de trabalho do treinador. Isso aí vamos ganhando jogo a jogo, não se ganha de um dia para o outro, e nem em duas semanas, isso daí demora um tempo. Esperamos estrear bem, com vitória, porque vitória gera confiança e futuramente esperamos nos entrosar cada vez mais, entender o trabalho do Conceição para que possamos conquistar os objetivos do clube", concluiu Pottker. 
 

---

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000