Folhapress
14/06/21
15h12

Estável

'Eriksen está sorrindo', afirma goleiro da Dinamarca após visitar o meia

Atleta segue internado no hospital Rigshospitalet, em Copenhague

Jogador caiu no gramado repentinamente — Foto: Jonathan Nackstrand / AFP / Pool
Folhapress
14/06/21 - 15h12

O meia Eriksen, 29, apresenta quadro de saúde bom e estável, segundo informou a federação de futebol da Dinamarca nesta segunda-feira (14). No sábado (12), o jogador sofreu uma parada cardíaca durante a partida de estreia de seu país na Eurocopa, contra a Finlândia.

O atleta, que precisou ser reanimado ainda no campo, segue internado no hospital Rigshospitalet, em Copenhague. No domingo (13), ele recebeu as visitas do goleiro Kasper Schmeichel e do zagueiro Simon Kjaer, capitão do time. "Foi bom demais vê-lo de novo sorrindo e rindo, sendo ele mesmo. Só de sentir ele ali. Foi uma experiência incrível e algo que me ajudou a ver que ele está bem depois do que passou. Falamos de nada e de tudo. O mais importante é que ele está bem", contou Schmeichel.

O goleiro disse que o companheiro de time passou por uma experiência violenta e fez questão de valorizar o atendimento ainda no gramado.
"Os únicos heróis foram os médicos que o salvaram. Eles dedicam suas vidas a salvar pessoas e fizeram isso sob pressão. Não posso descrever a admiração que sinto por eles. Trazer Eriksen de volta foi um milagre,"
Em declarações reproduzidas pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport no domingo, o meia disse que está bem e que ainda vai buscar entender o que houve com ele.

"Estou melhor agora, mas quero entender o que aconteceu. Quero agradecer a todos pelo que fizeram por mim", comentou o meia em uma troca de mensagens com seu empresário, Martin Schoots, divulgada pelo periódico italiano.

O médico da seleção da Dinamarca, Morten Boesen, disse que o atleta passará por uma bateria de exames para saber o que aconteceu. "Não temos uma explicação."

De acordo com Boesen, Eriksen precisou ser reanimado. "Ele se foi. Fizemos ressuscitação cardíaca, foi uma parada cardíaca. Quão perto estávamos? Não sei. Nós o trouxemos de volta depois de uma desfibrilação."

Relembre

O jogador caiu no gramado repentinamente aos 42 minutos da partida, enquanto corria perto da linha lateral. O jogo do Grupo B foi interrompido e reiniciado uma hora e 45 minutos depois. A Finlândia venceu por 1 a 0.

Os ex-jogadores dinamarqueses Peter Schmeichel -pai do goleiro da seleção- e Michael Laudrup criticaram a Uefa pela forma como a entidade lidou com o episódio.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000