Folhapress
@superfcoficial
28/08/19
15h24

No Paraguai

Jogador do River presta depoimento, é liberado e volta à concentração

Equipe argentina está em Assunção para o duelo de volta das quartas de final da Libertadores, contra o Cerro Porteño

Folhapress | @superfcoficial
28/08/19 - 15h24

O meia-atacante uruguaio Nicolás de La Cruz, do River Plate (ARG), recebeu voz de prisão na manhã desta quarta (28), em Luque, no Paraguai. Ele está no país para a partida de volta das quartas de final da Libertadores, contra o Cerro Porteño (PAR).

O atleta é acusado de agredir um policial durante partida do Liverpool (URU) contra o São Paulo, pela Libertadores sub-20, em 2016. Mas ele não foi preso. Depois de prestar esclarecimentos na Corte de Justiça de Assunção, foi liberado para voltar ao hotel. O advogado do jogador ofereceu uma garantia bancária de US$ 500 mil (cerca de R$ 2 milhões) para assegurar que seu cliente vai se apresentar à Justiça quando for chamado.

"A ideia é que ele volta à Argentina com essa causa terminada. Nicolás vai admitir o que fez e vamos oferecer uma doação econômica. Mas há suspeita de que o Cerro Porteño usou contatos para reativar a causa assim que De La Cruz chegou ao Paraguai", disse o advogado do meia-atacante, Diego Tuma, para o canal TyC Sports, de Buenos Aires.

A situação irritou o presidente do River Plate, Rodolfo D'Onofrio. Ele questionou como um caso parado desde 2016 é reaberto um dia antes antes de um jogo decisivo contra o time de De La Cruz. A Justiça paraguaia alega que não foi possível intimá-lo antes porque, assim que acabou a partida há quatro anos, o atleta voltou para o Uruguai.

Ao final daquele confronto sub-20 com o São Paulo, houve uma confusão envolvendo jogadores do Liverpool, a arbitragem e policiais. De La Cruz acertou um golpe no tórax do policial Fabián Antonio Olmedo Galeano.

O juiz encarregado do caso deverá se pronunciar até esta quinta (29), quando acontece a partida pelas quartas de final da Libertadores, se o jogador poderá atuar ou não. O Cerro Porteño terá de vencer por três gols de diferença para se classificar.

No primeiro jogo, em Buenos Aires, o River venceu por 2 a 0 com dois gols de pênalti contestados pelos paraguaios. 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000