Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Meu Dinheiro

Bitcoin

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 03/01/18 - 03h00

“Gostaria que você me orientasse a respeito do bitcoin. Meu irmão se cadastrou na empresa Minerword. Por parte dele foi investido R$ 2.000, e o mesmo está com ganhos de R$ 300 ao mês.

Pesquisei pela web e vi que essa empresa chamada Minerword já possui processo a respeito de ganhos bitcoin. Dizem que, no caso dela, é um golpe tipo pirâmide, lavagem de dinheiro. Gostaria, se possível, que você me desse orientações para que eu possa informar meu irmão a respeito”.

(Fabiano, Belo Horizonte /MG).

A aplicação tradicional em bitcoin é a compra da moeda virtual por meio de uma corretora. Muitas fora do Brasil e algumas já instaladas por aqui. Você usa reais e dólares e converte para bitcoin por meio da cotação do dia. Você precisa ter aberto antes uma carteira virtual.

Você vai ganhar quando o bitcoin valorizar.Comprou por 1,00, se agora valer 1,20, está ganhando 20%. O investimento em criptomoedas é considerado um investimento de risco.

O ganho foi grande nos últimos meses, mas pode não se sustentar ao longo do tempo. Por isso, é importante que o investidor utilize somente uma parte do capital que tem para investir.

Em caso de alguma surpresa ruim, ele terá perdido somente uma parte de suas reservas. É muito preocupante a notícia que vem dos Estados Unidos, mostrando que alguns investidores estão hipotecando suas casas para investir em bitcoins.

Se o mercado de criptomoedas for mesmo uma bolha especulativa como alertam alguns analistas, o derretimento das cotações no momento do estouro da bolha irá em muitos casos significar a perda da moradia.

Muitas empresas estão aproveitando a onda das moedas virtuais e oferecendo “investimentos” com base nessas moedas. No Brasil, nenhuma empresa está autorizada a oferecer qualquer tipo de ativo baseado em moedas virtuais. Ainda mais oferecendo um ganho fixo por mês.Não há como garantir qual será a valorização das moedas virtuais ao longo do tempo. Pode ser, inclusive, que elas percam valor.

Muitos desses esquemas garantem uma remuneração mensal. Mas só conseguem “pagar” essa remuneração utilizando-se do capital ingressado por novos investidores. Quando o fluxo diminuir, passam a ter dificuldades e o esquema quebra.

Recentemente, já foram estourados alguns desses esquemas. Kriptacoin e Adsply são exemplos de fraudes que aconteceram neste ano aqui no Brasil. Kriptacoin foi um esquema fraudulento montado em pirâmide financeira, pela suposta empresa Wall Street Corporate. Criou-se uma criptomoeda falsa, que fornecia supostos rendimentos acima de 1% ao dia.

Atuando inicialmente no Distrito Federal, lesou milhares de pessoas. As vítimas iam de estudantes universitários a servidores públicos. Muito cuidado! Nem tudo que reluz é ouro!

Planeje bons hábitos para 2018. Invista em sua educação financeira. Curta nossa página no Facebook:

www.facebook.com/harpiafinanceiro.

Mandem dúvidas e sugestões para o e-mail carloseduardo@harpiafinanceiro.com.br

Essa coluna foi publicada originalmente em 20 de dezembro

O que achou deste artigo?
Fechar

Bitcoin
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter