LUTO

Aniversariante de 9 anos morto em chacina na Grande BH era atleta de escola de futebol 

Menino comemorava o aniversário em um espaço de festas em Ribeirão das Neves, quando foi vítima do tiroteio; o pai e a prima dele também morreram

Por Gabriel Rezende
Publicado em 24 de maio de 2024 | 00:34 - Atualizado em 24 de maio de 2024 | 07:11
 
 
 

Heitor Felipe, de 9 anos, é uma das vítimas da chacina em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. O menino comemorava o aniversário no espaço de festas, quando foi baleado. Ele era atleta de uma escolinha de futebol e sonhava em se tornar um jogador de futebol. Outras duas pessoas morreram: o pai dele, um homem de 26 anos, e uma prima de 11. 

Nas redes sociais, o menino compartilhava o sonho de se tornar jogador. Entre os registros, estão vídeos de gols marcados em treinos e fotos com as camisas de Atlético e América, dois dos principais clubes de Minas Gerais. Em uma das legendas, em uma partida com a camisa do Galo, Heitor escreveu: “Não vou deixar de ir atrás do meu sonho".