denuncie

Três homens são presos suspeitos de matar rival com requintes de crueldade em BH

O quarto suspeito de ter participado do assassinato, ocorrido no dia 26 de março, ainda é procurado pelas forças policiais; a motivação seria a disputa pelos negócios do tráfico de drogas

Por Alice Brito
Publicado em 24 de abril de 2024 | 16:27
 
 
 
normal

O terceiro suspeito de matar um integrante de uma gangue rival, no bairro Granja Weneck, região Norte de Belo Horizonte, foi preso nessa segunda-feira (22) pela Poícia Civil. O jovem tem 19 anos e os detalhes da detenção dele foram divulgados nesta quarta-feira (24) pela corporação. A motivação seria a disputa de negócios do tráfico de drogas envolvendo o crime organizado.

O homicídio foi praticado no dia 26 de março, também no bairro Granja Weneck. A execucão do rapaz de 19 anos foi toda filmada e as imagensenviadas para os familiares da vítima em tom ameaçador. Com medo de novos ataques, os próprios parentes acionaram a polícia. Outros dois suspeitos, de 19 e 33 anos, já estão presos e um quarto suposto envolvido ainda é procurado. Com os detidos, foram encontrados armamento de grosso calibre, possivelmente usado no crime.

Conforme a Polícia Civil, ao menos um dos integrantes tem envolvimento com uma orgnização criminosa originária em São Paulo. "Um desses homem presos tem indicativo de ter envolvimento com o Primeiro Comando da Capital (PCC). Além disso, eles tem a crueldade como assinatura. Nessa situação foi feito um vídeo para ameaçar a família da vítima. Com medo de ser morto o irmão da vítima e outros parentes pediram a ajuda da polícia", destacou a delegada Ariadne Coelho.

A Polícia Civil informa que qualquer informação sobre o suspeito foragido, a denúncia pode ser anônimia, pelo telefone 181.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!