Mercado

Mesmo com conta de luz alta, calorão impulsiona venda de ar-condicionado no país

Segundo a Abrava, associação que representa o setor, a previsão é vender cerca de 4 milhões de unidades de equipamentos da linha residencial em 2023


Publicado em 11 de março de 2023 | 10:00
 
 
 

Nem a conta de luz mais cara ameaça o sonho do brasileiro em home office de driblar o calorão. Com as altas temperaturas em todo país, as vendas de ar-condicionado no início de 2023 permanecem em alta. “A tendência deve ser mantida durante o ano todo, pois já está previsto o [fenômeno] El Niño, de acordo com o Climatempo”, esclarece Gilson Miranda, presidente do Departamento Nacional do Comércio da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava).

Miranda explica que as vendas ficaram um pouco abaixo da média em 2022 devido às baixas temperaturas, mas para 2023 é previsto um aumento da ordem de 10%. “Espera-se vender cerca de 4 milhões de unidades de equipamentos da linha residencial", detalha. 

A Abrava avalia que a conta de luz mais cara, com o retorno de subsídios ao consumidor, não vai inibir a comprar dos equipamentos. “Há muito tempo o uso de ar-condicionado deixou de ser apenas um item de luxo, hoje em dia é visto como artigo de primeira necessidade quando pensamos em conforto térmico e qualidade do ar interno”, defende.

Ele complementa ainda que, em virtude dos níveis elevados dos reservatórios, a energia não deve sofrer alterações de bandeiras tarifárias como no ano passado. Além disso, Miranda esclarece que as novas tecnologias disponíveis, em especial relacionadas à eficiência energética, têm contribuído para as vendas. “Muitas vezes chega até a 70% a economia de energia se comparados a alguns modelos mais antigos”, diz. 

De acordo com os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 17% dos domicílios contam com aparelhos de ar-condicionado.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!