Música

Episódio especial do projeto Sonastério Ilumina celebra os 30 anos do Pato Fu

Conteúdo em áudio e vídeo traz a banda interpretando novas versões de sucessos como 'Sobre o tempo' e 'SPOC'; lançamento será às 12h desta sexta (30)

Por O Tempo Entretenimento
Publicado em 30 de junho de 2023 | 08:48
 
 
 

O Pato Fu completa 30 anos em 2023. A data será celebrada pelo projeto Sonastério Ilumina, da produtora e estúdio Sonastério, que lançará, nesta sexta-feira (30), às 12h, um episódio especial e comemorativo à trajetória da banda mineira, que interpretou grandes sucessos da carreira “Canção pra você viver mais”, “Fique onde eu possa te ver”, “Perdendo dentes”, “Sobre o tempo” e “SPOC”. O conteúdo em áudio e vídeo ficará disponível nas principais plataformas digitais e no canal do Sonastério no Youtube.

No estúdio Sonastério, localizado em Nova Lima, em meio às montanhas de Minas Gerais, Fernanda Takai (voz), John Ulhoa (guitarra), Ricardo Koctus (baixo), Xande Tamietti (bateria) e Richard Neves (teclados) mergulharam fizeram uma imersão criativa para gravarem novas versões de suas músicas especialmente para o Sonastério ilumina. Todo o processo foi registrado e disponibilizado em uma live session com seis músicas em versão inédita, além de um mini documentário com entrevista exclusiva e o making-off.

Para John Ulhoa, guitarrista e principal compositor do Pato Fu, gravar no Sonastério foi como ganhar de presente um brinquedo raro: “Nessa época de home-studios que ‘resolvem tudo’, as condições que encontramos por lá são quase uma forma de arte perdida, mas que deixam qualquer músico com um sorriso nos lábios só de entrar naquelas salas. Para além do espaço e equipamento, gente apaixonada pelo que está fazendo habita por ali. Faz com que a gente se esmere para estar à altura”.

Fernanda Takai ressalta que a participação do Pato Fu no projeto renova os ares da banda. “Eu já estive no Sonastério outras vezes participando de projetos com a Orquestra Ouro Preto, podcast, gravações e agora foi maravilhoso passar mais tempo com o Pato Fu, que raramente sai do habitat que é nosso próprio estúdio na Pampulha. Além de paisagens deslumbrantes, temos a arquitetura sonora perfeita para realizar projetos como o ilumina”, comenta a cantora e compositora.

Bruno Barros, diretor do Sonastério, conta que ter “uma banda tão importante para a cena musical mineira” como o Pato Fu era a “figurinha que faltava no nosso álbum”.

Sobre o Sonastério Ilumina

Já participaram do Sonastério ilumina artistas como Zeca Baleiro, Djonga, Maro, Maneva, Francisco, El Hombre, Zeeba, Lamparina, Mariana Cavanellas, Paulo Novais, entre outros. Os mini-documentários são acoplados às músicas, com um estilo mais lúdico, artístico e ficam disponíveis no youtube da produtora. As faixas também ficam disponíveis em streaming.

Dentre os convidados, a curadoria busca três perfis: artistas já consagrados, com uma carreira sólida; cantores ou bandas que estão numa crescente, sendo reconhecidos pelo mercado; e artistas que estão começando a despontar, as apostas da produtora. “A gente sempre brinca que quer ser o novo acústico MTV, o melhor produto audiovisual brasileiro para marcar uma geração”, pontua Bruno Barros.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!