Alta procura

Busca pelo teste rápido contra a Covid-19 gera filas nas farmácias de BH

Quem busca a checagem rápida em farmácias da capital mineira, nesta sexta-feira(21),  tem que ter paciência para encarar as longas filas para atendimento

Sex, 21/01/22 - 12h59

A chegada da variante Ômicron,  estabelecida pela classe médica como a cepa mais transmissível da Covid-19, causou um aumento na busca por testes rápidos para a  detecção da doença. Em Belo Horizonte, quem procura uma farmácia para se testar, nesta sexta-feira (21),  tem que ter paciência para encarar as longas filas. 

O empresário Felipe Magalhães, de 34 anos, acordou, nesta sexta, sentindo dor de cabeça e febre. Preocupado, ele percorreu duas farmácias, até que encontrou em uma, no bairro São Pedro, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, a disponibilidade do teste. 

"Já estou na fila há quase trinta minutos. O resultado sai em vinte minutos. Vou esperar para saber se preciso ou não de me isolar. Mesmo estando de home office, tenho amigos e familiares e tenho que preservar pela saúde de quem me rodeia também" disse. 

 O consultor comercial Éder Fernandes, de 53 anos, também encontrou numa farmárcia do bairro São Pedro a disponibilidade do teste   que detecta a Covid-19. No caso, ele quer fazer o teste para ter certeza que está livre da doença e está apto para retornar ao trabalho. 

" Estava com Covid na semana passada, e para retornar ao trabalho preciso e a socializar com a minha família preciso ter a certeza que não estou mais com o vírus," argumentou. 

O administrador de empresas Sanderson Silva, de 39 anos, não precisou procurar muito, na primeira farmácia, no bairro Buritis, na região Oeste de Belo Horizonte, ele conseguiu ser testado. 

" Como tive contato com duas pessoas com a doença, e é protocolo da empresa que trabalho a obrigatoriedade da realização do teste caso sintomas ou contato com pessoas infectadas, estou seguindo os trâmites," explicou. 

 O administrador de empresas Phillipe Fantone, de 37 anos, resolveu encarar a fila de uma farmácia, do bairro Buritis, que oferta a testagem rápida para viajar a trabalho. 

" Preciso viajar a trabalho para o Maranhão e é obrigatório apresentar um teste negativo de Covid. Bom que encontrei no primeiro lugar que busquei. Agora é ter certeza que não estou infectado, " disse.

De acordo com a Drogaria Araujo, entre janeiro e dezembro, houve um aumento de 600% na demanda por testes. Somente entre a primeira semana do ano e a segunda, o crescimento foi de 44%. Para conseguir atender aos clientes, a empresa está diversificando as marcas dos testes. 

Veja o posicionamento da Drogaria Araujo:

"Desde a segunda quinzena do mês de dezembro de 2021, que a procura por Testes de Covid-19 nas lojas da Dragaria Araujo, vem registrando considerável aumento.   A partir de janeiro de 2022, a demanda aumentou diariamente e consideravelmente, 600% no comparativo com o mesmo período do mês anterior. Já no comparativo entre a primeira e a segunda semana de janeiro, cresceu 44%.

Para conseguir atender a população da melhor maneira, a equipe da Araujo vem diversificando marcas de testes e oferecendo sempre as que estão em maior estoque. Nossos farmacêuticos estão sendo reposicionados para as lojas com maior procura, para conseguirmos atender a todos. Algumas Araujo, para que não haja aglomeração e fila, estão trabalhando sob agendamento e atendendo o maior número de pessoas possível por dia . A orientação é para caso entrar em alguma loja que o estoque diário tenha acabado, pedir informação de qual a Araujo mais próxima que ainda tenha os testes e se direcionar para lá.

Os resultados do teste rápido e do PCR estão demorando em média 4 e 24 horas para serem liberados, respectivamente, variando de acordo com a demanda de cada unidade. A quantidade de testes reagentes nesta primeira quinzena de 2022, também sofreu aumento de 500% no comparativo com a segunda quinzena de dezembro de 2021.  
A Drogaria Araujo reafirma seu compromisso com a população mineira: os testes estão sendo feitos da maneira mais ágil possível e os preços não sofreram qualquer alteração com a alta demanda, são os mesmos praticados por todo ano de 2021
".

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.