ASSÉDIO

Vereadores visitam Mineirão para apurar denúncias de assédio

Requerimento autorizando a visita foi aprovado pela Comissão de Mulheres nesta sexta-feira (26)

Sáb, 27/11/21 - 16h23
Visita está marcada para o dia 10 de dezembro

O Mineirão receberá, no dia 10 de dezembro, visita de vereadoras da Comissão de Mulheres na Câmara Municipal de Belo Horizonte para averiguar a estrutura técnica e tecnológica que o estádio disponibiliza para prevenção, atendimento e combate a casos de importunação sexual durante eventos na arena. A visita será feita após torcedoras do Atlético-MG denunciarem casos de assédio, conforme OTempo mostrou em 11 de novembro. 

Durante a ida ao estádio, também serão avaliados os protocolos para divulgação da campanha “Todos Contra a Importunação Sexual” dentro e fora do Mineirão. A realização da visita foi solicitada pelo vereador Rubão (PP). “Os vereadores também vão verificar a possibilidade de criação de uma sala de acolhimento das vítimas que permita acompanhamento psicológico imediato”, diz nota da Câmara Municipal. 

Na ocasião, os parlamentares também conversarão com os administradores do Mineirão para avaliação do treinamento aplicado aos funcionários para auxílio e acolhimento às vítimas de assédio e de localização ou neutralização dos prováveis suspeitos. 

Informações 

A Comissão de Mulheres da Câmara Municipal também aprovou aval para pedido de informações à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp- MG) e à Secretaria Municipal de Saúde sobre as medidas adotadas pelos órgãos para atender as determinações da Lei 13.931/2019; A norma prevê mais celeridade nas comunicações oficiais às autoridades policiais dos casos de violência contra a mulher. 

Defesa 

Procurada, a assessoria de comunicação do Mineirão informou que o estádio repudia "qualquer ato de importunação sexual e de violência de gênero, raça ou cor", além de contribuir com as autoridades na apuração das denúncias. Em nota enviada à reportagem, o Mineirão ainda destacou que antes da visita dos vereadores já adotou medidas como o lançamento da campanha "Todos contra a Importunação Sexual", inclusive, com exibição de vídeos de uma campanha da Defensoria Pública de Minas Gerias no telão e nas televisões do estádio para incentivar o enfrentamento à violência contra as mulheres.

O estádio ainda informou que quando casos de assédio acontecem durante os eventos esportivos, as ações "são para minimizar todos os impactos causados na vítima e direcioná-las da maneira mais adequada. O objetivo é melhorar as ações por meio de um trabalho interdisciplinar com os diversos atores da sociedade, cada qual com a sua competência".

 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

(4) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
PODE ESTO ARNALDO 1:18 AM Nov 28, 2021
Achei que eles ia pede extincao da GM $$$$$$$ jogado fora contribintes trouxas
1
Denunciar

Boris Karspchenko 8:47 PM Nov 27, 2021
Se algum deles cair de quatro nessa grama, é capaz de não se levantar mais.
2
Denunciar

Brasil livre de Bolsonaro 8:35 PM Nov 27, 2021
Uma boa oportunidade para os vagabundos aparecerem, né. É só o que esta corja sabe fazer.
2
Denunciar

LEIA MAIS
resgate
Incendiário
rodovias
CRISE
Atenção
Levantamento
alívio
Extensão de prazo
Trânsito lento
Boletim