Salto

Terceiro setor está em amplo processo de profissionalização

Evento em BH, entre 1 º e 3 de julho, será oportunidade para troca de experiências

Qui, 13/06/19 - 03h00
Oswaldo Barbosa vai participar do 15º Enats, em Belo Horizonte

O terceiro setor produz resultados sociais e econômicos para o país, ressalta o consultor desse segmento Oswaldo Barbosa. O retorno para a sociedade pode ser medido em números, já que, a cada R$ 1 de benefício fiscal (como isenção de cota patronal), as instituições filantrópicas geram R$ 7,39 em contrapartida para o governo, de acordo com pesquisa do Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas (Fonif). Barbosa, que será um dos mediadores da 15ª edição do Encontro Nacional do Terceiro Setor (Enats), ressalta o papel do segmento. “Não é só caridade, filantropia. É um setor protagonista, parceiro do Estado e das empresas”, observa Barbosa.

Ele afirma que o segmento está ficando cada vez mais profissional. “É claro que existe o papel de profissionais de diversas áreas como voluntários. Só que há também os que trabalham nas organizações do terceiro setor. Na última década, surgiram cursos voltados para o terceiro setor, e há faculdades que oferecem a disciplina de forma optativa”, argumenta o consultor.

No evento, que vai acontecer em julho, entre os dias 1º e 3, Barbosa será o mediador do painel 1, no dia 2 de julho, intitulado “Fortalecimento das organizações para o alcance de resultados sociais”. “Iremos conversar sobre ferramentas e metodologias de gestão que contribuem para a profissionalização da gestão dessas organizações”, diz.

Para ele, que atua no mercado há 20 anos, não há mais espaço para o amadorismo no setor. “Precisamos de um terceiro setor profissionalizado, que consiga gerenciar os recursos financeiros, humanos, materiais e tecnológicos de forma exemplar”, frisa Barbosa.

Fundos patrimoniais

O encontro, promovido pelo Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais (Cemais), será no Cine Theatro Brasil Vallourec, no hipercentro de Belo Horizonte. Para o consultor, o Enats representa uma oportunidade para a troca de experiências entre pessoas que atuam no segmento. “Acabamos ouvindo relatos de sucesso e também do que não deu certo. É uma forma de se manter atualizado, de saber as novidades do setor”, observa.

Durante o evento, segundo ele, serão abordadas algumas novidades, entre elas a discussão sobre fundos patrimoniais. Será destacada a Lei 13.800, de 4 de janeiro de 2019. “Há também uma recente certificação internacional para gerentes de projetos, o PMD Pro, que visa a disseminação de um padrão de qualidade na gestão de projetos de desenvolvimento”, diz.

O Enats é um evento anual, que reúne organizações sociais, financiadores e fomentadores privados, Ministério Público, governos e sociedade civil. O 15º Enats conta com o apoio do jornal O TEMPO.

Programe-se

Quando: De 1º a 3 de julho.

Onde: Cine Theatro Brasil Vallourec (av. Amazonas, 315, centro, Belo Horizonte).

Expectativa de público: 800 pessoas.

Valor: R$ 50 os três dias.

Inscrições no site

Podcasts Relacionados

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
Fique atento
Fundo de Garantia
Se liga
Estímulo
Jogo legal
Profissionais do Ano
Anatel
Segundo trimestre
Não perturbe
Carteira digital