Devastação

A dor de um pai: fotógrafo relata história por trás de foto comovente

Imagem de um pai que segurou a mão da filha morta, vítima do terremoto que destruiu várias cidades na Turquia e na Síria, ganhou repercussão

Por Agências
Publicado em 09 de fevereiro de 2023 | 21:20
 
 
 
normal

Adem Altan, fotógrafo há 40 anos, 15 deles trabalhando na AFP, tirava fotos em frente a um prédio em ruínas na cidade turca de Kahramanmaras, epicentro do devastador terremoto que arrasou Turquia e Síria, quando viu, de repente, um homem sentado em meio aos escombros.

Como nenhuma equipe de resgate havia chegado ainda à cidade na terça-feira, no dia seguinte ao terremoto que deixou cerca de 20 mil mortos nos dois países, os próprios moradores tentavam retirar os escombros para salvar seus entes queridos.

Um homem de jaqueta laranja permanecia imóvel em meio ao tumulto, indiferente à chuva e ao frio. Adem Altan, então, percebeu que o sujeito a 60 metros dele segurava uma mão. 

Ele sacou sua câmera para registrar a cena. Com o braço estendido, o pai se recusava a soltar a mão de sua filha, morta entre os escombros e a devastação.

Enquanto Adem tirava as fotos, o homem o acompanhava com o olhar. "Tire fotos da minha filha", murmurou na direção do fotógrafo, com a voz embargada e trêmula.

Por um momento, ele soltou a mão da menina para mostrar o lugar onde sua filha de 15 anos estava. Rapidamente, voltou a segurá-la.

"Fiquei tão emocionado naquele momento. Eu tinha lágrimas nos olhos. Eu dizia para mim mesmo: 'Meu Deus, essa é uma dor insuportável'", relatou Adem.

Logo após, ele perguntou o nome do homem e de sua filha. "Minha filha, Irmak", respondeu o pai, Mesut Hancer.

O fotógrafo contou que "ele falava com dificuldade, com a voz muito baixa. Foi difícil fazer mais perguntas a ele, enquanto os moradores ao redor pediam silêncio para ouvir as vozes dos possíveis sobreviventes presos sob os escombros".

Naquele momento, Adem pensou que a imagem resumia a dor das vítimas do terremoto. Não poderia imaginar o impacto que a fotografia teria.

Publicada nas primeiras páginas da imprensa mundial, a imagem viralizou nas redes sociais e foi compartilhada milhares de vezes por internautas consternados.

Adem Altan tem recebido milhares de mensagens de todo o mundo com declarações de solidariedade e emoção diante da dor deste pai enlutado.

"Acredito que é uma foto que ficará na memória. Muitas pessoas já me disseram que nunca esquecerão dessa imagem”, disse. Muito menos ele.

(AFP)
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!