Concorrência a Putin

Candidata contra a guerra da Ucrânia é vetada na corrida presidencial na Rússia

Documentação da jornalista e ex-vereadora Yekaterina Duntsova apresenta erros, alega comissão

Por Agências
Publicado em 23 de dezembro de 2023 | 10:00
 
 
 
normal

A Comissão Eleitoral da Rússia vetou neste sábado a candidatura à eleição presidencial da jornalista e ex-vereadora Yekaterina Duntsova, uma ativista da democracia que defende o fim da ofensiva na Ucrânia. A comissão alegou "erros na documentação" apresentadas para o registro da candidatura, informou a imprensa russa.

A presidente da comissão, Ella Pamfilova, declarou que o organismo decidiu por unanimidade impedir a candidatura da mulher de 40 anos às eleições de março. A vitória do presidente Vladimir Putin, que está no poder desde 1999, é considerada certa no pleito e ele deve obter um novo mandato de seis anos.

"Você é uma mulher jovem e tem a vida pela frente", declarou Pamfilova à candidata. Pamfilova informou que 29 pessoas apresentaram documentação para registrar candidaturas à presidência. O governo russo afastou qualquer oposição séria nos últimos anos e a repressão aumentou desde que o Kremlin iniciou a ofensiva na Ucrânia, em fevereiro de 2022.

(AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!