Sexta-feira da Paixão

Com receio de ir às ruas, católicos da Nicarágua celebram Via-Crúcis em templos

Tensão entre governo do presidente Daniel Ortega e a Igreja levou religiosos a restringirem procissões e atos nas ruas

Por Agência
Publicado em 07 de abril de 2023 | 20:35
 
 
 

Os fiéis católicos da Nicarágua celebraram nesta sexta-feira (7) a Via-Crúcis nos jardins dos templos, e não nas ruas, em meio à tensão entre o governo do presidente Daniel Ortega e a Igreja.

Veículos opositores e sacerdotes afirmaram que o governo proibiu as tradicionais procissões da Semana Santa nas ruas, embora, oficialmente, não tenham sido anunciadas restrições relacionadas a este assunto.

Na Catedral de Manágua, a Via-Crúcis foi conduzida pelo cardeal Leopoldo Brenes, que destacou que todas as igrejas estavam lotadas. Segundo a legislação local, a polícia precisa autorizar todas as atividades públicas, inclusive as religiosas.

Manágua expulsou do país nesta semana um sacerdote de origem panamenha, um ato que se soma à deportação de outros religiosos católicos e à condenação a 26 anos de prisão contra o bispo Rolando Álvarez, proferida em fevereiro.

Em entrevista no mês passado ao portal argentino Infobae, o Papa Francisco chamou o governo Ortega de "ditadura grosseira", e disse que o presidente sandinista sofre de "desequilíbrio". (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!