Crime

Homem mata mulher, a esquarteja com serrote e tenta se livrar das partes em mala

Alona Savchenko era modelo e se inspirava em Marilyn Monroe; suspeito é dono de agência de publicidade que a contratou

Por O Tempo
Publicado em 17 de maio de 2023 | 19:53
 
 
 
normal

Alona Savchenko, de 24 anos, foi assassinada e teve o corpo esquartejado em um apartamento de luxo em Bang Kho Laem, em Bangcoc, na Tailândia, na segunda-feira (15). O principal suspeito é o namorado dela, Jan Jerzy Lagoda-Filippow, que foi flagrado por câmeras de segurança saindo do local com mala que continha partes do corpo. 

O suspeito foi preso horas depois do crime depois de tentar cruzar a fronteira do Camboja com dois serrotes que teriam sidos utilizados para o esquartejamento. Segundo a ViralPress, ele utilizou o Google Tradutor para se comunicar com o motorista de táxia e pedir ajuda para se livrar do corpo. 

O histórico dos dois não parecia ser conturbado. Jan Jerzy é dono de uma agência de publicidade de Londres, que contratou a modelo para fazer uma sessão de fotos. Para o trabalho, ela posou em diversas cidades, como Istambul, Roma e Valencia. A modelo se considerava uma modelo pin-up cujo visual era inspirado em Mariyn Monroe. 

Paralelamente, Alona atuava como especialista em marketing para uma empresa da Estônia. Agentes que realizaram a prisão do suspeito ainda não revelaram a motivação do crime. (Com informações de Extra Not Found)

 

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!