tragédia

Indonésia procura desaparecidos após deslizamento de terra que matou ao menos 15

Condições meteorológicas dificultam as tarefas de resgate na ilha isolada de Serasan, no arquipélago de Natuna, onde vivem 8 mil pessoas

Por Agência
Publicado em 07 de março de 2023 | 07:36
 
 
 

As equipes de emergência prosseguem nesta terça-feira (7) com os trabalhos de busca de dezenas de desaparecidos em um deslizamento de terra em uma ilha remota da Indonésia que matou 15 pessoas. As condições meteorológicas dificultam as tarefas de resgate na ilha isolada de Serasan, no arquipélago de Natuna, onde vivem 8.000 pessoas.

As imagens divulgadas pelas autoridades locais mostram casas reduzidas a escombros e árvores no chão. As equipes de resgate recuperaram 10 corpos na ilha, mas os moradores afirmaram que a tragédia provocou 15 mortes, segundo Abdul Muhari, porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres.

Muhari também informou que oito pessoas desaparecidas foram encontradas, quatro delas em estado crítico. Outras 42 continuam desaparecidas. As equipes de resgate concentravam os esforços em uma rua em que dezenas de casas foram atingidas.

"Ao longo desta rua, há quase 30 casas que foram soterradas", disse Muhari. A Indonésia, um país insular, é propensa a deslizamentos de terra durante a estação chuvosa, agravados em alguns lugares pelo desmatamento. Os cientistas afirmam que os desastres naturais devem piorar com a mudança climática.

Em 2020, a capital indonésia, Jacarta, e outras cidades próximas sofreram as inundações mais graves em vários anos depois que as chuvas provocaram deslizamentos de terra. Pelo menos 67 pessoas morreram naquele ano. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!