Macabro

Investidor de criptomoedas é esquartejado e tem partes do corpo jogadas em mata

Fernando Pérez Algaba exibia vida luxuosa nas redes sociais, mas foi descoberto que ele tinha dívidas e que discutiu com filho do dirigente do time de futebol Boca Juniors

Por O Tempo
Publicado em 28 de julho de 2023 | 16:50
 
 
 

Depois de uma semana desaparecido, a polícia de Buenos Aires encontrou o corpo de Fernando Pérez Algaba, de 41 anos. Ele foi encontrado desmembrado, braços e pernas estava em uma mala em um riacho em Ingeniero Budge, enquanto o torso e cabeça estavam próximos, mas foram encontrados três dias depois. 

Conhecido como Lechuga, Algaba era um investidor em criptomoedas que contava com quase um milhão de seguidores no Instagram. Na rede social, exibia sua vida de alto padrão, com carros de luxo e viagens para Europa. Mesmo assim, a principal suspeita da polícia é que o crime tenha sido motivado por um acerto de contas. 

Segundo a agência Télam, o investidor acumulou diversas dívidas com o fisco da Argentina. Somado a isso, a empresa dele, Motors Lettuce S.R.L, começou a emitir cheques sem fundos 10 meses após a criação. No celular da vítima, foi encontrada uma nota que explicava que ele havia perdido muito dinheiro em criptomoedas. 

Outras fontes narram que ele teve uma discussão intensa com um dos diretores do time de futebol Boca Juniors, que queria um empréstimo de US$ 40 mil. 

Temendo por sua vida, Algaba chegou a enviar uma mensagem para pessoas próximas prevendo seu fim. "Se algo acontecer comigo, todos já estão avisados", disse no texto. 

Até o momento, uma mulher foi detida após a polícia seguir o rastro de documentos encontrados na mala. O  ministro da Segurança da Província de Buenos Aires, Sérgio Berni, disse que a investigação avança rapidamente e apontou traços sobre o responsável do crime. "Um criminoso mais profissional faz diferente, não assim. A situação foi muito espetacular, um acontecimento um tanto macabro", alegou. (Com informações de O Globo)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!