Epsilon-6

Lançamento fracassa e foguete japonês se autodestrói

Após o fracasso da missão, pedaços do foguete caíram no mar, a leste das Filipinas

Por Agência
Publicado em 12 de outubro de 2022 | 08:30
 
 
 

O lançamento de um foguete japonês que transportava vários satélites fracassou nesta quarta-feira (12) e a nave teve que ser destruída após a decolagem, informou a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (Jaxa), que sofre assim um grave revés em seu programa espacial. 

Este é o primeiro lançamento fracassado desde 2003 e a primeira falha do foguete Epsilon movido a combustível sólido, que está em operação desde 2013. Desde então, teve cinco lançamentos bem-sucedidos. 

A Jaxa interrompeu abruptamente a transmissão do lançamento ao vivo do Epsilon-6 do Centro Espacial na região sul de Kagoshima.  A ordem de autodestruição foi enviada ao foguete dez minutos após a decolagem devido a "anomalias de posicionamento", disse Yasuhiro Funo, diretor deste projeto espacial. 

Em entrevista coletiva, Funo explicou que um problema técnico foi detectado antes da terceira e última etapa do lançamento, no momento em que o último booster estava prestes a ser acionado. "Ativamos a ordem de autodestruição do foguete, porque se não conseguíssemos colocá-lo na órbita pretendida, não sabíamos para onde iria", explicou ele. 

Após o fracasso da missão, pedaços do foguete caíram no mar, a leste das Filipinas. O foguete deveria lançar vários satélites em órbita e foi projetado para um lançamento de três estágios. 

O presidente da Jaxa, Hiroshi Yamakawa, pediu desculpas pelo fracasso, afirmando que a agência estava "extremamente triste por não termos conseguido atender às expectativas do povo japonês". (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!