MUNDO

Liz Truss promete votação para seu sucessor no Reino Unido em até uma semana

Primeira-ministra renunciou ao cargo nesta quinta-feira (20), cercada por pressões e economia britânica fragilizada

Por O Tempo
Publicado em 20 de outubro de 2022 | 10:02
 
 
 

Após renunciar ao cargo de primeira-ministra do Reino Unido com 45 dias de mandato, Liz Truss anunciou, nesta quinta-feira (20), que as votações para escolher seu sucessor ocorrerão até a próxima semana. Já o líder do Partido Trabalhista, de oposição, Sir Keir Starmer, clama por eleições gerais imediatas, o que poderia tirar o poder do Partido Conservador depois de mais de uma década.

"Os conservadores não podem responder à sua última confusão simplesmente estalando os dedos e mudando os que estão no topo sem o consentimento do povo britânico. Precisamos de eleições gerais (...) agora", disse Starmer, em um comunicado.

"Dada a situação, não posso cumprir o mandato para o qual fui eleita pelo Partido Conservador", declarou Truss, ao anunciar sua renúncia, que a torna a chefe de governo de vida mais curta na história contemporânea do Reino Unido. Antes do anúncio público, ela se encontrou com o Rei Charles III para comunicar a decisão.

(Com AFP)

Esta matéria está em atualização

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!