Solução

‘Madeleine McCann australiana’: sequestrador de menina de 4 anos é sentenciado

Cloe Smith foi sequestrada de madrugada no acampamento da família

Por O Tempo
Publicado em 07 de abril de 2023 | 08:52
 
 
 

O caso da menina Madeleine McCann voltou aos holofotes nos últimos dias devido à falsa alegação de que uma jovem polonesa seria a britânica, desaparecida em 2007. O mistério continua sem solução. Mas, do outro lado do mundo, o caso da “Madeleine McCann australiana” foi solucionado e o sequestrador de uma menina de 4 anos foi sentenciado a 13 anos e meio de prisão nesta semana.

Terence Kelly, de 37 anos, foi declarado culpado por sequestrar a menina Cleo Smith no acampamento dos pais dela. O caso ocorreu em 2021 e chamou atenção internacional. A família acampava em uma área remota próxima a Perth, uma das principais cidades da Austrália. A mãe de Cleo conta que viu a menina à noite, quando a criança pediu um copo d’água, mas, quando a família acordou, a garota e seu saco de dormir haviam desaparecido. As informações são da “BBC” internacional.

O caso mobilizou forças policiais australianas e Cleo foi localizada 18 dias depois. Ela foi encontrada em bom estado de saúde e sozinha de madrugada na casa do sequestrador. Ele admitiu o crime e disse que não era sua intenção manter a menina em sua casa por tanto tempo. 

As investigações apuraram que Terence Kelly sofreu uma série de abusos na infância e que, na idade adulta, com comprometimento neurológico, criou um “mundo de fantasia” para se proteger da realidade. O sequestrador também era usuário metanfetamina. 
 
Após a sentença, a mãe de Cleo, Ellie Smith, declarou, ao programa de TV “60 Minutes”, que a “raiva estará sempre aqui”. “Como poderia ser diferente?”, acrescentou.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!