decisão

Mark Rutte, 1º ministro da Holanda, anuncia saída da política após eleições

Ainda não há data para o pleito, mas não se espera que aconteça antes de outubro ou novembro

Por Agência
Publicado em 10 de julho de 2023 | 09:50
 
 
 
normal

Mark Rutte, o primeiro-ministro mais antigo da Holanda, anunciou nesta segunda-feira, 10, que deixará a política após a convocação de uma eleição geral devido à renúncia de seu governo Rutte, líder do Partido Popular para a Liberdade e Democracia (VVD), revelou sua decisão durante um debate parlamentar.

"Ontem de manhã, tomei a decisão de não estar disponível como líder do VVD novamente. Quando um novo gabinete assumir após as eleições, deixarei a política", declarou Rutte.

A coalizão governista liderada por Rutte, composta por quatro partidos, renunciou na sexta-feira, dia 7, após não conseguir chegar a um consenso sobre um pacote de medidas para lidar com a questão migratória. Até o momento, não foi definida uma data para a eleição.

Sua decisão significa o fim de mais de 13 anos no poder para o líder conservador, às vezes chamado de "Teflon Mark", porque os escândalos que atormentaram seus quatro governos nunca o afetaram.

Rutte disse que a "decisão é pessoal, independentemente dos desenvolvimentos nas últimas semanas". Não havia indicação imediata de quem poderia substituir Rutte como líder do VVD. A facção parlamentar do partido é liderada por Sophie Hermans, ex-assistente política de Rutte.

Ainda não há data para a eleição, mas não se espera que aconteça antes de outubro ou novembro. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!