CONTEÚDO ADULTO

Médica é demitida de hospital após abrir conta no OnlyFans

Jovanna Isabel Ortega afirma que o governo deixou de requerer os serviços dela pouco depois da criação do perfil

Por O Tempo
Publicado em 11 de setembro de 2023 | 17:38
 
 
 

Uma médica foi “demitida” de um hospital logo depois de abrir uma conta na plataforma OnlyFans, conhecida pelo compartilhamento de conteúdo adulto. O caso ocorreu no México.

Jovanna Isabel Ortega, que atua com urgências médicas, afirma que o Instituto de Segurança Social e Serviços dos Trabalhadores do Estado de Baixa Califórnia (Issstecali) deixou de requerer os serviços dela pouco depois da criação do perfil.

A profissional de saúde trabalhava todos os dias em um hospital da região e diz que não pretende acionar o Issstecali por meios legais. Ela só pede que a instituição volte a oferecê-la oportunidades de trabalho na área de urgências.

“O que eu ouvi são rumores, porque tenho uma página no Onlyfans, pela maneira com que me visto, inclusive [recebi] queixas. Mas, por escrito, não chegou nada”, disse Jovanna Ortega em um vídeo compartilhado no Facebook.

Por meio de nota, a plataforma OnlyFans saiu em defesa da médica. “Parece incompreensível que uma pessoa seja punida pelo que a pessoa faz na vida privada, como se fosse um crime ou uma justificativa para uma dispensa”, diz o comunicado.

O Issstecali não se manifestou sobre o caso.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!