Teve uma boa vida

Morre galinha que velejava o mundo e conheceu diversos países

Sempre ao lado de Soudée, a galinha Monique conheceu diversos países e acompanhou seu dono em muitas aventuras

Por O TEMPO
Publicado em 06 de abril de 2023 | 18:45
 
 
 

Uma galinha, companheira fiel do velejador francês Guirec Soudée, morreu aos 9 anos. Sempre ao lado de Soudée, a galinha Monique conheceu diversos países e acompanhou seu dono em muitas aventuras.

O francês anunciou a morte do animal em eu perfil no Instagram, onde compartilhava imagens de seus muitos momentos com a galinha. "Eu sabia que ela não era eterna, mas é difícil virar a página de um capítulo tão importante da minha vida, 9 anos mas acima de tudo 5 anos a bordo da Yvinec, vivendo o mais louco, o mais inesquecível" escreveu o francês.

Com Monique, que encontrou nas Ilhas Canárias, ele conheceu países como Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Portugal, Groenlândia e São Bartolomeu. Ele veleja por diferentes países desde 2014.

Ele relatou que passou 130 dias com a galinha na Groelândia e que a presença dela foi fundamental para que pudesse passar bem aqueles dias. O francês também contou que temeu perdê-la quando o barco virava, mas que ela sempre nadava em direção a ele.

"Também fiz sacrifícios por você, fui preso no Canadá por causa dos seus lindos olhos e desisti do Taiti porque ninguém queria você lá por causa da gripe aviária. Não, você não estava doente! Eu era o mais doente dos dois, mas só você sabe disso. Todas as vezes que eu desabei, de raiva, alegria ou tristeza, você me entendeu", publicou.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!