Igreja Católica

Morte de Bento XVI: Pacheco lamenta morte de 'liderança espiritual'

Presidente do Senado prestou homenagem ao papa emérito que morreu neste sábado (31) aos 95 anos

Por Agências
Publicado em 31 de dezembro de 2022 | 15:53
 
 
 

Brasília. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), prestou condolências ao Papa emérito Bento XVI, que morreu hoje aos 95 anos. O parlamentar classificou Bento XVI como uma "liderança espiritual de milhões de católicos mundo afora".


"Em nome do Congresso, externo condolências pela morte do Papa emérito Bento XVI, que por quase 8 anos de pontificado, foi a liderança espiritual de milhões de católicos mundo afora", escreveu o presidente do Senado, em publicação no Twitter. "Aos familiares e admiradores, presto minha solidariedade e meu pesar neste momento de tristeza."

Bento XVI morreu neste sábado (31) no Mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano. Nos últimos dias, o Vaticano já havia informado que o pontífice emérito estava com a saúde frágil, por causa da idade avançada, e o papa Francisco pediu orações por ele. O velório de Bento XVI começará na segunda-feira (2) no Vaticano. Francisco celebrará o funeral do papa emérito na quinta-feira (5) na Praça de São Pedro. (Estadão Conteúdo)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!