Investigação

Mulher diz que vendeu filho de 6 anos porque ele estava 'possuído pelo demônio'

Criança está desaparecida desde março, e a polícia acredita agora que ela possa estar morta

Por Laura Maria
Publicado em 07 de abril de 2023 | 18:51
 
 
 
normal

Uma mulher está sendo procurada depois de ter dito que vendeu o filho de 6 anos em um supermercado porque ele estaria “possuído pelo demônio.” A criança está desaparecida desde março, e a polícia acredita agora que ela possa estar morta. O caso foi registrado no Texas, nos Estados Unidos.

As autoridades começaram a investigar o caso após receberem uma denúncia anônima de que o menino não era visto desde novembro de 2022. Ao abrirem as investigações, a polícia descobriu que a mãe dele disse que havia vendido o garoto porque ele era "mau".

Entretanto, a polícia acredita que a mulher possa ter falado isso apenas para atrapalhar as investigações e que o garotinho tenha morrido. Há informação de que a mãe acreditava que o menino machucaria os filhos gêmeos dela, que haviam nascido recentemente. 

Dois dias depois que o menino foi dado como desaparecido, a mãe dele foi para a Índia com seus outros seis filhos. O marido dela, padrasto do menino desaparecido, também viajou com a mulher.

Criança estava desnutrida e era mal-tratada

Segundo as autoridades, o garoto foi visto desnutrido e aparentando ter pouca saúde. O garoto tem uma deficiência e uma doença pulmonar, mas a mãe dele não apenas não cuidava bem dele, como sempre o privou de água e de comida.

Familiares da mulher disseram que ela não dava água para o menino, porque não gostava de trocá-lo. Além disso, era vista como abusiva, uma vez que batia com frequência no menino.

A polícia também está investigando se a mulher usava a doença para conseguir dinheiro do governo.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!