Vovó tá ON

Mulher mais velha do mundo tem 115 anos e usa twitter: ‘velha, mas não idiota'

Ela sobreviveu aos horrores de duas guerras mundiais, uma guerra civil e duas pandemias globais.

Por O TEMPO
Publicado em 26 de janeiro de 2023 | 11:52
 
 
 

Após a morte da freira francesa Irmã André no início deste mês, aos 118 anos, a norte-americana Maria Branyas Morera entrou para o livro dos recordes como a pessoa mais velha do mundo.

Nascida em 4 de março de 1907 em San Francisco, na Califórnia. Morera passou os últimos 22 anos em uma casa de repouso na Catalunha, Espanha.

Um ano após o seu nascimento, seus pais emigraram para os Estados Unidos. Oito anos depois, a família voltou para a Espanha. No entanto, o pai de Morera morreu de tuberculose pulmonar no final da viagem transatlântica. 

A família de Morera chegou a Barcelona durante a Primeira Guerra Mundial e sua vida também abrangeu a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial.

Hoje, prestes a completar 116 anos, Maria Branyas Morera é antenada e usa a rede social do Twitter – com a ajuda de sua filha – para se comunicar com seus milhares de seguidores.

“Sou velha, muito velha, mas não sou idiota”, diz sua biografia no Twitter.

Ela atribui sua longevidade à “ordem, tranquilidade, boa conexão com a família e amigos, contato com a natureza, estabilidade emocional, sem preocupações, sem arrependimentos, muita positividade e ficar longe de pessoas tóxicas”.

“Acho que a longevidade também é ter sorte. Sorte e boa genética”, declarou.

Acredita-se que ela esteja entre as pessoas mais velhas a se recuperar do Covid-19, tendo testado positivo para o vírus em maio de 2020.

Em uma série de tweets em catalão no sábado, Morera, que tem três filhos, 11 netos e 13 bisnetos, disse estar “surpresa e grata” pelo interesse gerado por seu novo status, mas que os últimos dias foram "estressantes" e ela não daria mais entrevistas.

“Preciso de paz e tranquilidade”, twittou.

No primeiro dia de 2023, ela twittou: “A vida não é eterna para ninguém... Na minha idade, um novo ano é uma dádiva, uma humilde comemoração, uma nova aventura, uma bela jornada, um momento de felicidade. Vamos aproveitar a vida juntos.”

Atualmente, o título de pessoa mais velha já registrada pertence a feira Jeanne Louise Calment. Nascida em 21 de fevereiro de 1875, sua vida durou 122 anos e 164 dias, de acordo com GWR.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!