IMPRESSIONANTE

Novas imagens do Sol são captadas pelo maior telescópio do mundo; veja-as aqui

Telescópio solar Daniel K. Inouye Solar, da Fundação de Ciência Nacional dos Estados Unidos, captou novas imagens da superfície que mostram texturas singulares

Por O Tempo
Publicado em 22 de maio de 2023 | 21:11
 
 
 

Tradicionalmente representado por um desenho de um círculo amarelo com pontas da mesma cor, o Sol é a estrela central do Sistema Solar  e está localizado a  149.600.000 km da Terra.  Agora, o telescópio solar Daniel K. Inouye Solar, da Fundação de Ciência Nacional dos Estados Unidos, captou novas imagens da superfície que mostram texturas singulares. 

Nas imagens, é possível ver as manchas solares - regiões com temperatura menor que os arredores do sol. Elas surgem quando linhas de campos magnéticos se separam e se reconectam. Nesse processo violento, são liberadas grande quantidade de energia em forma de ejeção de massa coronal e explosões. 

Veja, abaixo, a imagem da mancha solar que tem cerca de 30 mil km de extensão. 

Superfície do Sol - mancha solar

Também foram captadas as chamadas umbra e penumbra. Elas são, respectivamente, a parte interna e externa das manchas solares. Enquanto a primeira tem pontos umbrais; a segunda, possui filamentos brilhantes de plasma. Veja a seguir. 

Superfície do Sol

O telescópio também captou regiões menos inquietas: as células de convecção na fotosfera. Presente na superfície do Sol, as células são grânulos com até 1.600 km de extensão, também formados por prisma brilhante. 

Grânulos de convecção na fotosfera do Sol

(Com informações de Canaltech)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!