tragédia

ONU pede doações de quase US$ 400 milhões para vítimas de terremoto na Síria

O secretário-geral da ONU, António Guterres, destacou que um apelo semelhante está sendo preparado para a Turquia

Por Agências
Publicado em 14 de fevereiro de 2023 | 20:03
 
 
 

O secretário-geral da ONU, António Guterres, fez um apelo urgente a doadores, nesta terça-feira (14), de um montante de quase US$ 400 milhões para ajudar as vítimas do terremoto na Síria durante três meses. 

"Hoje anuncio que a ONU lança um apelo humanitário de US$ 397 milhões para as populações afetadas pelo terremoto que devastou a Síria. Isso vai durar três meses", disse Guterres a repórteres. 

O chefe da ONU destacou que um apelo semelhante está sendo preparado para a Turquia, também atingida pelo devastador terremoto de 6 de fevereiro, que deixou mais de 35 mil mortos nos dois países.

Guterres exortou todos os Estados-membros a "financiarem totalmente e sem demora" este plano de doações que pode garantir "a ajuda humanitária que quase 5 milhões de sírios precisam desesperadamente, incluindo abrigo, cuidados médicos e alimentos". 

"As necessidades são imensas", destacou o secretário-geral. "Todos nós sabemos que a ajuda para salvar vidas não está chegando rápido o suficiente e na escala que precisa ser". 

Nesse sentido, ressaltou que, "uma semana depois dos terremotos devastadores, milhões de pessoas em toda a região lutam para sobreviver, desabrigadas e enfrentando temperaturas abaixo de zero".

“O sofrimento humano causado por esta calamidade natural monumental não deve ser agravado pelas barreiras criadas pelo homem: acesso, financiamento, abastecimento”, frisou António Guterres, que voltou pedir que a ajuda seja transportada "por todas as vias possíveis, sem qualquer restrição".

(AFP)
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!