Portugal

Papa Francisco faz rápida visita ao santuário de Fátima

Recebido por mais de 200 mil fiéis, o pontífice interrompeu sua comitiva em vários momentos para abençoar os bebês e crianças; ele está em Portugal para a Jornada Mundial da Juventude

Por Agências
Publicado em 05 de agosto de 2023 | 10:05
 
 
 
normal

O papa Francisco fez uma rápida visita neste sábado (5) ao santuário de Fátima, na região central de Portugal, onde foi recebido por quase 200 mil fiéis, antes de retornar a Lisboa para a vigília que precederá a missa final da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

Depois de viajar em um helicóptero da Força Aérea portuguesa, Jorge Bergoglio, 86 anos, percorreu no "papamóvel" a esplanada que ao redor da pequena capela que marca o local onde, segundo a tradição católica, a Virgem Maria apareceu para três crianças em 1917.

Sorridente, o pontífice interrompeu sua comitiva em vários momentos para abençoar os bebês e crianças que eram levados até ele pelos fiéis. Também acenou para milhares de pessoas que o aguardaram atrás das barreiras de segurança, antes da oração do Rosário com jovens enfermos, pessoas com deficiências e detentos.

"A Igreja não tem portas, para que todos possam entrar", afirmou o pontífice argentino durante um breve discurso pronunciado em espanhol, como quase todos desde que chegou a Portugal na quarta-feira.

"Esta é a casa materna, e uma mãe sempre tem o coração aberto para todos os seus filhos. Todos, todos, todos, sem exceção", insistiu, entre aplausos, reiterando uma mensagem que já havia divulgado em outros momentos da JMJ.

Ao contrário do que estava previsto, o papa improvisou quase todo o discurso. Francisco - que atualmente se desloca em uma cadeira de rodas ou com o auxílio de uma bengala devido ao estado de saúde cada vez mais frágil - já havia modificado o roteiro de um de seus discursos na sexta-feira, após explicar que não estava conseguindo ler bem. 

O porta-voz do Vaticano informou à AFP que a mudança de sexta-feira foi motivada de fato por "um reflexo provocado pela iluminação", enquanto o deste sábado foi uma "escolha" do pontífice.

Ao chegar a Fátima, Francisco foi aplaudido por quase 200.000 fiéis, de acordo com as autoridades locais, que não lotaram por completo o local, atingido pela fumaça e cinzas de um incêndio florestal a 100 quilômetros de Fátima.

Na cidade, que fica 130 km ao norte de Lisboa, a Virgem Maria teria feito seis aparições para três pequenos pastores, nas quais teria anunciado três segredos, incluindo uma visão considerada profética do atentado cometido contra o papa João Paulo II mais de 60 anos depois.

Depois de passar quase duas horas em Fátima, que está entre os santuários marianos mais visitados do mundo, o papa retornou de helicóptero a Lisboa. 

Multidão

Esta não foi a primeira visita de Francisco ao famoso santuário: ele compareceu ao local em 13 de maio de 2017 para a cerimônia de canonização de dois dos três pastores, um evento que registrou a presença de quase 500.000 peregrinos. 

Francisco está desde quarta-feira em Portugal, com uma agenda intensa dentro da JMJ de Lisboa, marcada por vários atos festivos, culturais e espirituais com a participação de milhares de jovens católicos de todo o mundo.

Desde o início da viagem, a mais longa de um pontífice ao país, o papa argentino abordou questões como a ecologia, a guerra na Ucrânia ou as dores das vítimas de abusos sexuais contra menores de idade por parte de integrantes da Igreja.

Uma grande maré de peregrinos inundou as ruas de Lisboa durante a semana: um parque do centro da capital portuguesa chegou a reunir 800.000 pessoas na sexta-feira, segundo as autoridades. 

O número pode alcançar um milhão durante a vigília que acontecerá no sábado à noite em uma grande área preparada para o evento no terreno de um antigo aterro sanitário. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!