Corrida contra o tempo

Submarino que sumiu ao ir ver o Titanic tem de 70 a 96 horas de oxigênio

O submersível desaparecido perdeu contato 1 hora e 45 minutos após a descida no Oceano Atlântico Norte para ver os destroços do navio que afundou em abril de 1912, depois de atingir um iceberg

Por O Tempo
Publicado em 19 de junho de 2023 | 23:28
 
 
 
normal

A Guarda Costeira dos Estados Unidos está liderando uma operação de busca e salvamento para encontrar um submarino que desapareceu durante uma expedição aos destroços do Titanic. 

O contra-almirante John Mauger afirmou que o submarino tem entre 70 e 96 horas de oxigênio de emergência a bordo, com base nas informações recebidas do operador da embarcação. 

No domingo, foi relatado às autoridades que o navio canadense Polar Prince, utilizado para pesquisa, perdeu contato com o navio submersível e estava atrasado na verificação de suas comunicações. A tenente Samantha Corcoran, porta-voz da Guarda Costeira, confirmou a informação.

O submersível desaparecido perdeu contato 1 hora e 45 minutos após a descida, disse a Guarda Costeira.

A busca está sendo realizada tanto debaixo d'água quanto na superfície, com a ajuda de aeronaves, bóias de sonar e sonar no navio. 

A empresa responsável pela expedição, Oceangate Expeditions, está trabalhando para trazer a tripulação de volta com segurança. 

O Titanic afundou em abril de 1912, depois de atingir um iceberg, matando mais de 1.500 pessoas. Seus destroços estão divididos em duas partes no fundo do Oceano Atlântico Norte, cerca de 13.000 pés abaixo da superfície, a sudeste da província canadense de Newfoundland.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!