Desinformação

Twitter se retira do código de boas práticas da União Europeia contra fake news

Criado em 2018, o código é aplicado por várias empresas, incluindo gigantes como Meta, Google, Twitter, Microsoft e TikTok

Por Agência
Publicado em 27 de maio de 2023 | 10:26
 
 
 
normal

O Twitter decidiu retirar-se do código de boas práticas da União Europeia (UE) contra a desinformação na Internet, embora "as suas obrigações" se mantenham, tuitou neste sábado (27) o comissário europeu para a Indústria, Thierry Breton. 

"Você pode correr, mas não pode se esconder. Além dos compromissos voluntários, a luta contra a desinformação será uma obrigação legal sob a DSA (Lei de Serviços Digitais) a partir de 25 de agosto", escreveu Breton na rede social, propriedade de Elon Musk.

"Nossas equipes estarão preparadas para fazer cumprir a lei", alertou. 

O código europeu de boas práticas, criado em 2018, é aplicado por cerca de 30 empresas, incluindo gigantes da indústria como Meta, Google, Twitter, Microsoft e TikTok.

Esses grupos participaram da elaboração do texto que inclui cerca de 40 recomendações, destinadas a estabelecer uma melhor cooperação com os serviços de verificação de informações e a impedir a publicidade de páginas que divulgam notícias falsas. 

A saída do Twitter do código da UE não foi uma surpresa para os serviços de Breton.

Depois de adquirir a rede social no final do ano passado, o milionário Musk aliviou a moderação no Twitter e parece interessado em aumentar a voz de conhecidos propagadores de informações falsas. 

"Se (Musk) não leva a sério o código, é quase melhor abandoná-lo", disse um funcionário da Comissão Europeia. (Agência France Presse)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!