NOS ESTADOS UNIDOS

Vídeo: homem agride médico e o acusa de ter abusado sexualmente de esposa

Durante a ato de violência, agressor alegou que ginecologista teria cometido o crime há sete anos e que havia traumatizado a companheira dele

Por O Tempo
Publicado em 01 de junho de 2023 | 21:16
 
 
 
normal

Um homem, supostamente brasileiro, agrediu um médico durante o encontro anual do Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG, na sigla em inglês) em Baltimore, nos Estados Unidos. Durante a agressão, ele acusou o profissional de ter abusado sexualmente da esposa há sete anos e disse: "se fosse no Brasil, eu te mataria". 

O homem agredido é o ginecologista William Burke, que permanece imóvel enquanto ouve as acusações e também é alvo de murros do agressor. As cenas foram registradas por participantes do evento no último 20 de maio, porém viralizaram nesta quinta-feira (1). 

Assista ao vídeo:

"Esse filho da puta assediou sexualmente minha mulher há sete anos", disse o agressor, dizendo que crime teria acontecido em Nova York. Em seguida, reafirma a acusação, xinga o médico repetidas vezes. 

"Isso é para todos os homens que gostam de assediar sexualmente mulheres. Seja a porra de um homem. Se aqui fosse o Brasil eu te matava. Sorte sua que isso é os Estados Unidos", diz. 

Segundo reportagem de "O Globo", a associação que promovia o evento e a Polícia de Baltimore não confirmaram se o agressor era de fato brasileiro. A polícia, no entanto, confirmou que o homem agredido não quis prestar queixas. (Com informações de O Globo)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!