Tragédia

Visita guiada a esgoto em Moscou termina com quatro mortos e desaparecido

De acordo com a imprensa estatal, o nível da água nos esgotos da capital russa subiu rapidamente, o que impediu que as vítimas voltassem à superfície

Por Agências
Publicado em 21 de agosto de 2023 | 16:43
 
 
 
normal

Quatro pessoas foram encontradas mortas, e outras estão desaparecidas, após uma visita guiada aos esgotos de Moscou no domingo (20), em meio a chuvas torrenciais, segundo a mídia local nesta segunda.

De acordo com a imprensa estatal, o nível da água nos esgotos da capital russa subiu rapidamente, o que impediu que as vítimas voltassem à superfície. Os corpos foram encontrados no rio Moscou, e outras pessoas seguem desaparecidas, de acordo com a agência estatal de notícias Tass, citando socorristas.

O prefeito da cidade, Serguei Sobianin chamou o episódio de "terrível tragédia", sem especificar o número total de vítimas. Segundo a agência pública RIA, ao todo oito pessoas teriam participado da excursão. Ele acrescentou que a busca por sobreviventes continua, e investigadores apuram detalhes do ocorrido.

A capital da Rússia oferece uma série de visitas guiadas a esgotos e túneis subterrâneos —alguns deles foram construídos ainda no século 19. O explorador urbano Daniil Davidov disse à RIA que não encontrou ninguém nos locais onde os visitantes poderiam ter se abrigado. "Esperava que ainda encontrássemos sobreviventes. Há dois lugares que poderiam ter servido de abrigos, mas não havia ninguém", afirmou ele.

Uma investigação foi aberta contra o organizador da visita por ter "oferecido serviços que descumpriam as normas de segurança", segundo a agência Tass, que descreveu a excursão como uma atividade ilegal. (FOLHAPRESS)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!