Força da natureza

Vulcão entra em erupção na Indonésia e cobre cidade com cinzas

Nuvem de resíduos emitida pelo monte Merapi atingiu 3.000 m acima do cume

Por Agências
Publicado em 11 de março de 2023 | 09:33
 
 
 
normal

Jacarta, Indonésia. O monte Merapi, na Indonésia, um dos vulcões mais ativos do mundo, entrou em erupção neste sábado (11), expelindo fumaça e cinzas sobre os vilarejos próximos à cratera. 

Nenhuma vítima foi registrada, informou agência indonésia de gestão de desastres (BNPB).

O observatório do vulcão Merapi informou que a nuvem de cinzas atingiu 3.000 metros acima do cume. Merapi, na ilha densamente povoada de Java, soltou nuvens de cinzas quentes e uma mistura de rocha, lava e gás que viajaram até 7 quilômetros descendo suas encostas.

Após a erupção, às 12h12 locais (2h12 de Brasília), as autoridades estabeleceram uma zona de restrição de sete quilômetros ao redor da cratera.

Anel de Fogo do Pacífico

"Para antecipar o possível perigo da erupção do monte Merapi, aconselhamos à população que evite qualquer atividade na zona de perigo", afirmou em um comunicado Abdul Muhari, porta-voz da BNPB.

Foi o maior fluxo de lava de Merapi desde que as autoridades elevaram o nível de alerta para o segundo mais alto em novembro de 2020, disse Hanik Humaida, chefe do Centro de Vulcanologia e Mitigação de Riscos Geológicos de Yogyakarta.

Ela disse que os moradores que vivem nas encostas do Merapi foram aconselhados a ficar a 7 quilômetros (4,3 milhas) de distância da boca da cratera e estar cientes do perigo representado pela lava. As atividades de turismo e mineração foram interrompidas.

Um funcionário de um dos postos de observação do Merapi, disse que pelo menos oito vilarejos próximos ao vulcão foram atingidos pelas cinzas.

Saiba mais sobre o monte Merapi

A montanha de 2.968 metros  fica a cerca de 30 quilômetros ( de Yogyakarta, um antigo centro da cultura javanesa e sede de dinastias reais que remontam a séculos.

Cerca de um quarto de milhão de pessoas vivem a 10 quilômetros (6 milhas) do vulcão.

Merapi é o mais ativo dos mais de 120 vulcões ativos na Indonésia e entrou em erupção repetidamente com lava e nuvens de gás recentemente. Sua última grande erupção em 2010 matou 347 pessoas e deslocou 20.000 aldeões.

A Indonésia, um arquipélago de 270 milhões de pessoas, é propensa a terremotos e atividades vulcânicas porque fica ao longo do "Anel de Fogo", uma série de falhas sísmicas em forma de ferradura ao redor do Oceano Pacífico, onde várias placas tectônicas colidem - tem quase 130 vulcões ativos.

Uma erupção em dezembro de 2021 do Monte Semeru, o vulcão mais alto da ilha de Java, deixou 48 mortos e 36 desaparecidos. (AFP e Estadão Conteúdo)

(*) Atualizado às 13h15 com detalhes sobre o vulcão e alertas do governo indonésio para a população

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!