Daniel Ottoni | enviado especial ao Rio de Janeiro*
@SuperNoticiaFM
18/12/18
14h12

Brasil Olímpico

Avancini conta com força da comunidade da bike para levar prêmio

Após retorno de um ano épico, o ciclista liderou categoria 'Atleta da Galera', que aconteceu por meio de votação popular

Avancini andou, desde o início, na cola dos líderes da prova em solo australiano — Foto: Maximiliano Blanco - CBC
Daniel Ottoni | enviado especial ao Rio de Janeiro* | @SuperNoticiaFM
18/12/18 - 14h12

O envolvimento e a paixão que muitos nutrem pelo ciclismo nacional, formando uma comunidade forte e presente, foi a maior esperança de Henrique Avancini para levar o troféu Atleta da Galera, que foi dado ao atleta que se destacou na votação popular do Prêmio Brasil Olímpico, marcado para acontecer nesta terça-feira, no Teatro Bradesco, no Rio de Janeiro.

Na disputa com ele, a concorrência foi pesada com as presenças de Ágatha e Duda (vôlei de praia), Arthur Zanetti (ginástica artística), Bruno Fratus (natação), Bruno Rezende (vôlei), Eduarda Amorim (handebol), Érika Miranda (judô), Gabriel Medina (surfe), Henrique Avancini (ciclismo mountain bike), Letícia Bufoni (skate) e Marta (futebol). Mesmo nos dias anteriores, Avancini já liderava com folga graças ao grande apoio dos fanáticos pelo esporte das duas rodas no país. 

"A comunidade do mountain bike, no Brasil, é apaixonada e fiel, muito numerosa. Mesmo sendo um nicho praticamente isolado, fico feliz de conseguir mostrar a força da bicicleta num ambiente mais amplo como o Prêmio Brasil Olímpico. É muito legal ser indicado e ter este apoio dos ciclistas, que mostram fidelidade e companheirismo. Isso me motiva a querer fazer mais coisas pela bike do Brasil, seja por meio de resultados ou em ações que partam deste meu desempenho", comenta o atleta. 

Avancini teve um ano de 2018 espetacular, subindo degraus no ranking internacional por meio de seguidos resultados inéditos, até chegar à vice-liderança entre os tops do mundo. "Os resultados foram expressivos em uma modalidade sem muita tradição no Brasil. Quebrei barreiras significativas, isso no esporte pesa bastante, principalmente quando se é o pioneiro. Quebrar barreiras é mais complicado do que seguir o caminho já aberto. Foi algo muito significativo pro esporte como um todo", salienta.

*Repórter viajou a convite do COB

Escreva um comentário
Comentar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000